O canal de TV por assinatura Lifetime escalou um casal de homens da vida real para estrelar seu primeiro filme gay de Natal destinado a televisão. Eles são Ben Lewis e Blake Lee, ambos casados desde 2016.

Ambos viverão os protagonistas de The Christmas Setup, descrito como um romance gay passado durante as férias de natal. Na história, Hugo (Ben Lewis) é um advogado de Nova Iorque que viajará para Milwaukee com sua amiga, Madelyn (Ellen Wong), para passar férias com sua mãe Kate (Fran Frescher). Nesse contexto, Kate insiste para que Hugo encontre Patrick (Blake Lee), um antigo colega que era sua paixão secreta.

Os dois aproveitarão o feriado de natal juntos e o casal se sente muito feliz. No entanto, Hugo receberá uma notícia inesperada que exigirá que ele escolha entre a razão e o coração.

Para terem certeza de que daria certo, o canal Lifetime testou a reação do público ao incluir um beijo entre dois homens no filme do natal do ano passado, o “Twinkle All The Way“.

Primeiro filme gay de Natal será protagonizado por casal de atores
Reprodução

Para realizarem o filme gay, o Lifetime contou com a colaboração da GLAAD, que monitora a representação da mídia LGBTQIA+ nos Estados Unidos. A ideia era que o filme representasse a comunidade de modo correto.

Além deste, haverá um outro filme de natal no canal Lifetime: A Sugar & Spice Holiday, contando com um elenco asiático e protagonizado por Tzi Ma, recentemente famosa por Mulan em live-action.

Ben Lewis é um ator canadense que ficou conhecido pelo papel de William Clayton nas duas últimas temporadas da série Arrow. Ele também desempenhou o papel de Other Scott em Scott Pilgrim vs the World e Bobby Beckonridge em Degrassi: The Next Generation.

Blake Lee é americano e ficou conhecido nos Estados Unidos por participar da série de comédia Fam. Nos filmes, ele ficou conhecido pelo papel de Benoit Denizet-Lewis com o longa “I am Michael”.

Filme de Ryan Murphy com Meryl Streep e Nicole Kidman, “The Prom” ganha data de estreia

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".