Coletivos, organizações e representantes de Paradas LGBT, em parceria com prefeituras de municípios do Estado de São Paulo, podem realizar, a partir do dia 19 de dezembro, as inscrições para o programa + Orgulho 2020.

A ação é uma iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo em parceria com a organização social Amigos da Arte e foi desenvolvida pelo Museu da Diversidade Sexual com o objetivo de apoiar ações de visibilidade e valorização da cultura LGBTI+ pelo interior, litoral e Região Metropolitana do Estado.

O processo de inscrição, por meio de Chamada Pública, começa no dia 19 de dezembro e vai até 14 de fevereiro de 2020. O resultado será divulgado no dia 27 de fevereiro de 2020.

As Paradas do Orgulho LGBTI+ celebram a diversidade e promovem uma cultura de paz e inclusão, além de provocarem um impacto positivo na economia local. A parada do Orgulho LGBT de São Paulo de 2019 movimentou 403 milhões e gerou mais de 5 mil empregos, segundo a prefeitura.

“O apoio à manifestações que celebram o Orgulho, além de importantes geradores de renda para os municípios, são fundamentais para a promoção de sociedades mais justas e inclusivas”, explica Danielle Nigromonte, diretora executiva da Amigos da Arte.

Iniciativa pública beneficia Paradas LGBT+ no estado de São Paulo

O programa

A iniciativa + Orgulho foi desenvolvida pelo Museu da Diversidade Sexual e a Amigos da Arte por meio do Programa de Apoio à Cultura LGBT, ligado a ACGE (Assessoria de Cultura para Gêneros e Etnias), órgão ligado à Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa.

Edições anteriores

Em 2019, doze Paradas LGBT foram contempladas pelo programa + Orgulho. Cidades como Bauru, Campinas, Catanduva, Iguape, Lins, Marília, Mogi das Cruzes, Santos, São Joaquim da Barra, São João da Boa Vista, Sertãozinho e Votorantim receberam o evento, com público total estimado em 225 mil pessoas.

INSCRIÇÕES: NESTE LINK

2 COMENTÁRIOS