Cultura, arte e informação em meio a quarentena, essa é a proposta do Festival MARSHA! ENTRA NO CCSP, próxima ação do primeiro festival LGBT online produzido por pessoas trans, o MARSHA! ENTRA NA SALA, que agora acontecerá em colaboração com o CCSP e apoio da prefeitura de São Paulo.

A primeira edição do Festival, que aconteceu nos dias 4 e 5 de Abril, conseguiu arrecadar 38 mil reais através de um financiamento coletivo, valor revertido em cestas básicas e subsídio para a população transgênera em situação de vulnerabilidade social.

Desta vez, dos dias 18 a 22 de maio, serão mais de 30 horas de programação repleta de representatividade LGBT e alianças com diferentes visões de mundo que buscam unir entretenimento e discussões pertinentes em tempos de Covid-19, tudo isso através de talks, oficinas, performances, dj sets e shows.

No line-up estão nomes como Preta Gil, Pepita, Majur, Noporn, Kaya Conky,  Djamila Ribeiro e a cartunista Laerte Coutinho, artistas e intelectuais de diferentes vertentes e lugares do Brasil juntas num projeto que visa gerar capital e auxílio para a população transgênero em tempos de pandemia.

A transmissão do Festival acontecerá através do canal “Festival MARSHA! Entra Na Sala’’ no YouTube e através do Instagram @festivalmarsha e @ccsp_oficial.

Coletivo faz Festival LGBT Online em parceria com CCSP

O festival é promovido pela MARSHA!, coletividade sociocultural cujo nome é uma homenagem a Marsha P. Jhonson, mulher trans líder da revolta de Stonewall e ícone da resistência LGBT no mundo todo. O grupo promove ações afirmativas para a população Transgênera desde 2018 na cidade de São Paulo.