Cartel 011 convida LGBTQIA+ para falar sobre amor, geração e liberdade

Na minissérie "Ensaios sobre o Amor", Victor Ivanon, aka Ivana Wonder, Weslley Baiano, Rick Wanderley e Dries Vansteen contam suas visões sobre os temas

Na contramão dos padrões que a sociedade tenta definir, as questões de gênero, liberdade, amor e expressão, são inseridas no cotidiano com mais leveza pela nova geração. Ser aquilo que se escolhe ser, hoje, se tornou também um sinônimo de resistência e esse é o ponto central da minissérie de vídeos batizada de “Ensaio sobre o Amor”, produzidos pelo Cartel 011.

Quatro amigos do Cartel 011 foram convidados para dividir suas visões de mundo e do momento atual que vive a sociedade, em pílulas de 01 minuto. O intuito é dar espaço para falarem sobre amor e experiências, sob a ótica da nova geração, sem medo e sem rótulos.

A liberdade de escolha é um estilo de vida que vai além de uma bandeira a ser levantada. Criando, assim, um ambiente acolhedor, numa ode ao amor e o respeito pela diversidade.

O alagoano Rick Wanderley, modelo e DJ, acredita que as próximas gerações serão feitas de pessoas sem medo de serem elas mesmas. Acrescenta, que quando as maiores marcas são cisgêneras ou só contratam heterossexuais, elas inviabilizam que profissionais exerçam seu trabalho em função da sua sexualidade. “Nunca devemos desistir de sermos nós mesmos e acreditarmos na cultura em que vivemos, nem que seja necessário criá-la”, conta ele. Para tal, é necessário entender as mudanças que estamos presenciando e reaprender, reconstruir e ressignificar o nosso lugar enquanto cidadão, além de traçar essa mudança sendo também um agente de transformação do status quo.

Víctor Ivanon, conta que espera poder provocar uma catarse naqueles que o ouvem cantar. O transformista, cantor e diretor de arte ainda ressalta que “o que for deixado na história, poderá servir para construir um futuro melhor. O que te incomoda no outro é uma coisa que, talvez, você não tenha resolvido bem dentro de você”.

Para Dries Vansteen, “apesar de que esse cenário político está afetando negativamente a nossa liberdade sexual, ele está instigando a gente a bater mais o pé no chão. Espero que o efeito que a minha geração projete nas próximas, seja o de tomar um pouco do volante.”

Wesley Baiano, de uma maneira doce, reforça em sua fala que “as pessoas precisam colocar nome nas coisas. Acho bem cool assim, o lado em que as pessoas se sentem bem, mostram o que é”.

Como um grito de amor e liberdade, para materializar o projeto, a CZO, marca própria do Cartel 011, criou uma linha de camisetas com quatro modelos exclusivos com as expressões “Queer” e “UNISEX” além das frases “OMNIA VINCIT AMOR”, de Virgílio, que significa ” O Amor Tudo Vence” , e “Out of the closets, into the streets”, slogan usado pela Queer Nation, organização LGBTQIA+, fundada em 1990 em NY.

A nova coleção já está disponível na CZO Store e também no e-commerce da marca shop.cartel011.com.br/

Ficha técnica:
Fotógrafo: Gabriel Chang (@gchang)

Personagens:
Rick Wanderley – Joy MNGMT (@grickcw)
Victor Ivanon (@ivanawonder)
Weslley Baiano (@weslleybaiano)
Dries Vansteen (@driesvansteen)
Beleza: Julia Bachesque (@jubache)
Direção de criação: Cristian Resende (@cristian_resende_)
Stylist: Henrique Gonçalves (@riq_groove)
Produção executiva: Chiara Rodello (@chiararodello) e Baptiste Demay (@bap.demay)
Videos: Direção – Thomas Nascimento | Fotografia: Gabriel Tye