Casa de Criadores 46 – Dia 2

Alfaiataria, muito design, cores e ressignificado, foram alguns dos conceitos da segunda noite de desfiles

Começando com pocket show de Ayana&Malanda, o segundo dia de desfiles da Casa de Criadores 46 trouxe sete marcas: Koia, NotEqual, Bispo dos Anjos, David Lee, Diego Fávaro, Rocio Canvas e Felipe Fanaia.

A Casa de Criadores acontece até o dia 30 de novembro, em São Paulo. Além das coleções, ainda é possível aproveitar as atrações musicais oferecidas pela TNT.

Koia
A coleção Caule foi projetada baseada na paixão, forma e textura presentes em aquarelas botânicas de diversas espécies. Das tulipas aos cardos, das rosas as hortênsias. Assim como a KOIA, a coleção enfatiza a forma no vestuário, no primor do acabamento e união do inusitado ao convencional. É sobre volumetria, sobre dobraduras, novos shapes e novas possibilidades. Assim como a anatomia estrutural de uma flor, formada por caule, folhas, flores e frutos, a coleção é composta pela dualidade entre o estruturado e o leve, o liso e o texturizado, fomentando a percepção de que as peças estruturadas dão suporte e abrigam as volumetrias mais fluidas. As formas e cores foram resignificadas de recortes das próprias ilustrações, de uma forma lúdica e irreverente. As cores começam neutras no off White, ocre, passam pelos tons rosês e preto, e terminam em uma explosão púrpura no qual foi desenvolvido um trabalho de impressão digital com a arte baseada em uma ilustração botânica e seus estudos de forma.

NotEqual
A NotEqual, fundada em NY em 2013, explora a inovação criativa através da moda e da arte. Suas roupas artesanais desafiam a alfaiataria tradicional através de um novo sistema de medidas, que foge dos tradicionais, métrico e imperial, indo buscar na proporção áurea a razão de suas formas. A coleção se intitula, Art Brut, inspirado no movimento artístico criado por Jean Dubuffet em meados dos anos 40. Movimento esse que teve o intuito de dar visibilidade a artistas marginais ou completamente fora dos circuitos das academias e museus, e que acabou por fim encontrando seus grandes mestres em instituições psiquiátricas. Evocando nomes da Art Brut como Bispo do Rosário, Judith Scott e August Walla dentre outros, a proposta da coleção é se entregar ao processo destes artistas que tinham a criação como escape da alma. As peças fogem das construções tradicionais, a alfaiatarias se desconstrói, as costuras se trespassam assim como as modelagens. Listras enfatizam dobras e recortes e obrigam o olhar a percorrer a peça como um todo. A cartela, sóbria, tem tons de cinza e off.

Bispo dos Anjos
A marca apresenta um adentrar nos desejos mais íntimos do homem, a partir de uma inquietação, de um descontentamento e questionamento quanto às restrições e limitações dentro do trajar masculino atual; seus valores morais, estéticos e comportamentais. Para a 46a edição da Casa de Criadores, a marca tem como intenção reafirmar a sua proposta e identidade, adentrando a passarela com um novo frescor para atender as mais diversas faces e pluralidades das masculinidades existentes.

David Lee
A marca tem o foco em moda masculina, através de uma linguagem urbana que mescla alfaiataria, sportwear e indumentária militar com elementos artesanais, principalmente o crochê. A marca David Lee constrói uma estética vibrante e gráfica. A coleção trata sobre o arquétipo do artista passional e inspirado e a sua relação com seu trabalho orientam esta coleção, definida também por uma intensidade ainda maior no jogo de oposições recorrentemente proposto pela marca. O vestuário de serviço equilibra a silhueta ampla com detalhes impregnados de referências ao workwear. Macacões, calças, jaquetas e casacos – que exploram o lado mais funcional das formas da roupa – foram deliberadamente contrapostos à caprichosa construção dos crochês. Neste jogo sinuoso de avançar e recuar, de operar com técnicas tradicionais e de experimentar, entra também a alfaiataria executada em tecidos pesados e leves. São eles: sarja, denim, tricoline e crepe de malha. A cartela de cores para o Inverno compreende branco, off white, azul claro, mostarda, bordô, laranja e preto.

Diego Fávaro
A Diego Fávaro foi criada em maio de 2013 com a intenção de oferecer produtos em malharia, eram peças fabricadas com uma grade baixa, valorizando a criação, qualidade e a exclusividade. Nesta temporada iremos apresentar nossa coleção de uma forma diferente, ao invés do desfile tradicional que sempre fizemos, será uma coreografia com dançarinos profissionais coreografado por Flávio Verne. A coleção batizada de PLACEBO, é uma experiência de construção com um novo olhar sobre como vestimos nossos corpos. O Placebo é conhecido como tratamento alternativo para buscar a cura em determinadas doenças, físicas ou emocionais. Pensando desta forma, vemos que nossa mente controla absolutamente tudo o que acontece em nosso corpo, o mesmo poder que ela tem de destruir, ela tem de curar. Com isso, estamos trabalhando pensando em corpos, em anatomias e criando técnicas manuais de estamparia que transforme cada peça, única.

Rocio Canvas
Rocio Canvas extrai a beleza do cotidiano. “Casa é uma máquina de morar”. A frase dita pelo arquiteto francês Le Corbusier parece fazer mais sentido do que nunca, quase um século depois. Com a internet evoluindo a ponto de concentrar no lar as variadas atividades da vida, o privado se torna um oásis na era da hiperexposição. Refletindo nesse retorno “para dentro” — e tudo que ele pode representar do ponto de vista comportamental e estético –, o designer Diego Malicheski concebeu suas Narrativas cotidianas para o inverno 2020. A coleção RC07 conta novamente com a indispensável parceria com a TexPrima e foi inspirada no registro das belezas não-óbvias, que faz a arqueologia de objetos, cores, texturas, formas e sentimentos do cotidiano do próprio criador. Partes da ambientação e arquitetura da casa, itens que formam manchas gráficas, sombras, coisas conceituais e “estranhas” ao senso comum. Sua mulher, que já tem o mundo e a cidade na palma da mão, agora monta-se “para ir a lugar nenhum”. “A coleção fala sobre o conforto de estar em casa, o cotidiano visto de dentro para fora”, anuncia. A atmosfera elegante decadente criada como pano de fundo obviamente é um artifício para mostrar que se arrumada e confortável em casa, arrumada e pronta para a vida. Neste laboratório criativo, que rompe com os códigos de vestir, a roupa para ficar em casa é um look conceitual e de ir à padaria um vestido longo para a noite. Modelagens descoladas do corpo, formas exageradas e detalhes esculturais se combinam com texturas aveludadas inspiradas por tapeçarias macias. Os vestidos volumosos têm um ar extravagante quando usados em casa, combinados com sapatos suntuosos e lenços de pescoço. O tricot com pegada vintage é um item-chave porque é a tradução da palavra conforto. E a transparência com recortes e camadas fazem o contraponto contemporâneo de resgate da feminilidade. A alfaiataria oversized reforça a proposta da roupa multiuso, de estar arrumada para todas as ocasiões. Os acessórios tem assinatura RC e exploram curvas, arcos e argolas.

Felipe Fanaia
O desfile traz como inspiração o tradicional ABC bailão, localizado no centro de São Paulo, ele reúne gays com mais de 40, 50 anos, um espaço democrático, onde não existe padrão de beleza e vestimenta a ser seguido. Através dessa ótica vamos recriar na passarela essa atmosfera, e trazer esses personagens tão importantes da história e cultura gay para ocupar um espaço de protagonismo, afinal eles foram a linha de frente para nós ocuparmos os espaços que ocupamos hoje.

CALENDÁRIOS DE DESFILES

28 de novembro (quinta-feira) 20h
Igor Dadona
Reptilia
Amni Soul Eco + Canatiba por Heloisa Faria
Diegogama
Rafael Caetano
Estúdio Traça
Fernando Cozendey

29 de novembro (sexta-feira) 20h
Desfile Sou de Algodão
Mateus Cardoso
Estamparia Social
Jal Vieira
Dario Mittmann
Rodrigo Evangelista
Boldstrap

30 de novembro (sábado) 17h
Projeto Lab: Boutique Venenosa, Rainha Nagô, Thear e Priscilla Silva
Vivão
Estileras Fudidamente Insertas
Coetânees
Vicente Perrotta

Para mais informações do evento:
Facebook – http://www.facebook.com/casadecriadores/
Instagram –http://www.instagram.com/casadecriadores/
Twitter – http://twitter.com/casadecriadores
Youtube – http://www.youtube.com/user/casadecriadores1