Lacoste Outono/Inverno 2019 | desfile, backstage e primeira fila – Semana de Moda de Paris

Desflie marca a estreia de Louise Trotter como diretora criativa. Brooklyn Beckham era um dos expectadores :)

Quando a tradição origina-se da inovação, o único caminho é seguir adiante. Quando as regras do tênis e da vida são uma só e as mesmas, harmonias dinâmicas emergem. Com o ímpeto pelo novo como motivação perpétua, Louise Trotter debuta com sua primeira coleção para Lacoste no Tennis Clube de Paris – reconhecendo a vida e a época de René Lacoste e sua dedicação a excelência acima de tudo.

Fotos: Yannis Vlamos

Como campeão e inventor, René também construiu um legado extraordinário fora das quadras. Seu espírito pioneiro e intrínseco estilo pessoal formam os pilares deste guarda roupa: trajes desenvolvidos para performance repletos de desejo. Explorando a Lacoste como fonte iconográfica, a coleção de Outono Inverno 2019 revisita a elegância do passado do esporte e sua relevância na sociedade contemporânea. Movimento do corpo e movimento no corpo estão a frente da pesquisa e desenvolvimento de formas e fabricação –  revelando soluções pragmáticas para vestir-se que superam sua simplicidade aparente.

Sombreada por tons neutros e nuances de branco por amarelo cítrico e verde Lacoste Vert 132, uma escala sistemática e emocional de cores estrutura a fusão de códigos formais com roupas técnicas modernas. Definindo a proposta de uma materialidade tátil, o toque suave da flanela, do nylon, do bouclê e do clássico piquet de algodão criam o senso elevado de conforto. Observando os princípios típicos do vestuário francês, itens de outwear como o casaco transpassado ‘René’, o blazer de abotoamento duplo e os trench coats são os componentes fundamentais – itens essenciais urbanos com capas destacáveis e forro de sarja do acervo tipo escama de peixe.

Fotos: Alexandre Faraci

Marca registrada, a polo sustenta a silhueta como um modelo de experimentação, desconstruído com colarinhos listrados, sobreposto com twinset ou exagerado em shapes gráficos.  Tricots cubistas oversized dão continuidade ao tema, reinterpretando o tradicional sweater em forma de colagem de texturas. O tênis também é remixado, imerso em borracha ou com velcro. Introduzindo ao vocabulário Lacoste novos elementos de design modular, sportif  separa fecho em seus próprios bolsos e casacos protegem as mochilas, enquanto a saia é traduzida em forma de túnica plissada. Os mesmos volumes fluidos reaparecem em sedas estampadas plissadas, do geométrico e interligado monograma L a crepes em color block. Desenhado em 1927 por Robert George, o crocodilo Lacoste é tratado com irreverência e humor em uma variedade de disfarces –  de delicados bordados, estampados por toda a superfície e em forma de patchwork até excêntricos acessórios em couro – afirmando o status de ícone universal da Pop Art.

PRIMEIRA FILA

O desfile contou com a presença de personalidades como Brooklyn Beckham, Leandra Medine, Olivia Palermo:

Fotos: Alexandre Faraci

2 COMENTÁRIOS