Empreendedores LGBTI no tanque dos tubarões | Conferência Festival MixBrasil 2018

Uma conversa com Maria Guimarães (6510), Silvana Trucss Moda Íntima, Henrique Chirichella (Logay) e Rubi De La Fuente (Transmissão)

O mercado está mirando o pink money. Há cada vez mais empreendedores LGBT+ colocando suas ideias na rua. Na conferência “Empreendedores LGBTI no tanque dos tubarões”, do Festival Mix Brasil, quatro cases: Maria Guimarães (6510), Silvana Trucss Moda Íntima, Henrique Chirichella (Logay) e Rubi De La Fuente (Transmissão). Mediação: Salomão Cunha Lima (Fundador do Games e Responsabilidade Social da TOTVS).

Ouça:

Pela primeira vez, as conferências Festival Mix Brasil foram integralmente gravadas e serão disponibilizadas via streaming. Identidade, feminismos, mercado, política, saúde e literatura são alguns dos pilares que movimentaram as mesas deste ano.

“Enxergamos o mundo a partir de muitos lugares: universidades, museus e galerias, esquinas, palcos, passarelas, telas, corporações, (outras) famílias, organizações e sindicatos, banheirões e darks, coletivos artísticos, grupos de zap, quebradas, assembleias, escritórios, templos, terreiros, espaços de clandestinidade, supremos tribunais, cracolândias, prédios, praças, ruas. Estamos em todos os lugares e de muitas formas”, diz André Fischer, curador do MixConferências.

“Depois de quatro décadas, a ascensão do ultraconservadorismo dá uma cara estranha de recomeço, uma sensação de não-acredito-que-tô-tendo-que-falar-a-mesma-m*rda-há-40-anos”, ressalta Fischer.

O coletivo Pajubá Diversidade em Rede foi convidado para mediar as mesas juntamente com o festival, que este ano de 2018 hospedou pela quarta vez a vertente “Conferências”. “É a menina dos olhos do Mix Brasil“, comenta a organização.

Comente