Sepultura usará guitarra com as cores da bandeira LGBT+ no Rock in Rio

Andreas Kisser, frontman da banda de metal Sepultura, vai tocar a 'Guitarra da diversidade'. A ativação faz parte de uma ação da Doritos

Além de patrocinar o Rock in Rio 2019, a marca Doritos escolheu Andreas Kisser, da banda de heavy metal Sepultura, para ser porta-voz da causa LGBT+. O frontman vai tocar a “Guitarra da Diversidade”, instrumento desenhado especialmente para o guitarrista tocar na noite de metal do evento.

sepultura Daniela Cachich apresenta a guitarra da diversidade (Crédito: Divulgação)
Daniela Cachich apresenta a guitarra da diversidade. Foto: Divulgação
sepultura
‘Guitarra da diversidade’, com as cordas formando o arco-íris LGBT, será tocada pelo Sepultura. Foto: Divulgação

A PepsiCo também tornou o o Doritos Rainbow o snack oficial do festival. O objetivo da marca é amplificar sua mensagem de apoio à causa, como ressalta Daniela Cachich, vice-presidente de marketing da PepsiCo, “Diversidade e inclusão são uma jornada para nós na companhia”, afirmou ao Meio e Mensagem.

ANDREAS KISSER PROTESTA CONTRA CENSURA NA BIENAL DO RIO

No último sábado, 07 de setembro, o guitarrista usou sua conta no Instagram para protestar contra a tentativa de censura de Marcelo Crivella na Bienal do Livro do Rio. Kisser inclusive usou uma hashtag em referência à canção “Refuse/Resist”, lançada pelo Sepultura em 1993. Muitos de seus seguidores não entenderam a manifestação de Andreas, confira os comentários na postagem original:

SEPULTURA

Sepultura é uma banda de heavy metal criada em 1984 pelos irmãos Max Cavalera e Igor Cavalera em Belo Horizonte, Minas Gerais. Com uma sonoridade que mistura death metal e thrash metal com elementos de música tribal indígena, africana, japonesa e outros estilos, o Sepultura ganhou respeito e fama na década de 1990 com discos como Arise e Chaos A.D., e tornou-se uma forte influência para inúmeras bandas de death metal, groove metal e nu metal.

O nome Sepultura foi escolhido quando Max Cavalera traduzia uma canção do Motörhead chamada “Dancing on Your Grave” – “grave” é a palavra anglófona para “sepultura”.Originalmente era formada por Igor Cavalera (baterista), Max Cavalera (somente guitarrista), Paulo Jr. (baixista) e Wagner Lamounier (guitarrista e vocalista). Em 1985, Wagner deixa o grupo para formar o Sarcófago, Max assume os vocais, e Jairo Guedez entra como segundo guitarrista. Em 1987, Jairo sai e Andreas Kisser entra em seu lugar, estabelecendo a formação clássica que duraria dez anos. Agora, em sua formação atual, o vocal é feito pelo americano Derrick Green e a bateria por Eloy Casagrande, ficando Andreas como guitarrista único.

O Sepultura já vendeu aproximadamente 50 milhões de unidades mundialmente, ganhando vários discos de ouro e platina em todo o mundo, inclusive em países como França, Austrália, Estados Unidos e Brasil.