GAY BLOG BR by SCRUFF

Pesquisadores da China desenvolveram um tecido artificial que repara lesões e restaura a função erétil em porcos. De acordo com o Estadão, a partir dos resultados promissores, os cientistas acreditam que, futuramente, a tecnologia poderá ser aplicada em homens que sofrem de disfunção erétil.

(Foto; Reprodução)

Publicado na última quarta-feira (04), na revista científica Cell Press, o estudo sugere que a túnica albugínea artificial (ATA, da sigla em inglês), que imita a cobertura fibrosa dos testículos que permite manter a ereção, pode ajudar a reparar lesões penianas em humanos.

Ficamos surpresos com os resultados dos experimentos com animais, nos quais o pênis recuperou a ereção normal imediatamente com o auxílio da túnica albugínea artificial”, afirma Xuetao Shi, autor do estudo e pesquisador da Universidade Tecnológica do Sul da China.

Além disso, este material não apenas copia os tecidos da túnica albugínea, mas pode se espalhar para muitos outros tecidos de suporte de carga”, acrescenta o pesquisador. A equipe de Shi investiga a produção de biomateriais para tratar problemas como disfunção erétil, infertilidade ou doença de Peyronie, que provoca deformidades no pênis e dor na ereção.

Segundo estimativas, aproximadamente 50% dos homens entre 40 e 70 anos sofre algum tipo de disfunção erétil e cerca de 5% sofrem com a doença de Peyronie. “Percebemos que esse é um campo que tem recebido pouca atenção, embora a necessidade seja enorme”, diz o pesquisador.

Embora os médicos possam tratar pacientes com tecido de túnica albugínea fazendo remendos de outros tecidos do corpo do paciente combinado com a matriz extracelular, estes remendos apresentam desvantagens.

Para substituí-los, o grupo de pesquisadores desenvolveram este tecido artificial que tem estrutura de fibras crespas semelhante ao tecido natural. Apesar de sintético, o material possui propriedades biomecânicas que imitam os tecidos da túnica albugínea.

O teste, realizado em porcos machos com lesões na túnica albugínea, comprovaram que reparos feitos com tecido artificial restabelecem a função erétil de forma semelhante ao do tecido peniano normal, sugerindo que o remendo substituiu com êxito a função dos tecidos naturais.

Os pesquisadores revisaram os efeitos após um mês e constataram que, embora o tecido artificial não tenha restaurado a microestrutura do tecido natural circundante, desenvolveu fibrose comparável à do tecido normal e alcançou ereção normal, após injetar solução salina no pênis.




Únete a nuestra comunidad de más de 15 millones de chicos

Encuentra exactamente los chicos que te gustan usando los filtros de búsqueda poderosos de SCRUFF. Hazte Embajador SCRUFF Venture para ayudar a los miembros que vienen de visita a tu ciudad. Busca una agenda actualizada de los mejores festivales, fiestas, orgullos y eventos gay. Aumenta tus posibilidades con SCRUFF Pro y desbloquea más de 30 funciones avanzadas. Baja la app SCRUFF aquí.