Curso “Mulheres no Cinema” propõe uma releitura histórica a partir de filmes dirigidos por elas

Como seria conhecer a história do cinema a partir de filmes dirigidos por mulheres? Essa é a proposta do curso “Mulheres no Cinema”, ministrado pelas jornalistas e críticas Joyce Pais, criadora do site Cinemascope, e Luísa Pécora, do Mulher no Cinema, no Instituto de Cinema, localizado no bairro de Pinheiros, em São Paulo.

Com início em 02 de abril, a iniciativa do curso “Mulheres no Cinema” foi motivada pela atualidade e relevância do tema, com um recorte raramente visto no mercado. Dividido em três módulos – intitulados “Cineastas pioneiras”, “Vanguarda e resistência” e “Cinema contemporâneo” -, o curso, que conta com 12 encontros, oferece um panorama introdutório do cinema realizado por mulheres no Brasil e no mundo.

O programa destaca obras produzidas por realizadoras como Alice Guy-Blaché, Agnès Varda, Chantal Akerman, Helena Solberg, Kathryn Bigelow, Ava DuVernay, Anna Muylaert, entre outras. Serão discutidas, também, como as narrativas abordadas nestes trabalhos estão atreladas, inevitavelmente, a questões históricas, sociais, comportamentais e políticas.

O investimento para o curso é de 3 x de R$ 265 e as matrículas já estão abertas AQUI.

DATAS E CALENDÁRIO:

  • PRÓXIMAS TURMAS: 02/04/2019
  • DIAS DA SEMANA E HORÁRIO: Ter, das 19:00 às 22:00 horas.
  • DURAÇÃO: 12 encontros
  • CARGA HORÁRIA: 36h

OBJETIVO:

Instigar os alunos a conhecer uma filmografia que se distancia dos cânones que costumam ser explorados Ampliar o repertório dos alunos sobre as mulheres que marcaram a história do cinema e estimulá-los a conhecer e assistir a mais obras dirigidas por mulheres Apresentar diferentes pontos de vista, abordagens, linguagens por meio das obras escolhidas para análise Debater produções fílmicas extrapolando o universo cinematográfico e dialogando com problemáticas do mundo que nos cerca

DIFERENCIAIS DO CURSO:

Curso inédito no Instituto de Cinema
Relevância e atualidade do tema
Curso com recorte raramente visto no mercado
Professoras multidisciplinares, com vivência aprofundada no tema abordado

PROGRAMAS:

 MÓDULO 1 | Cineastas pioneiras

AULA 1
| Introdução ao curso
Apresentação das professoras e do programa do curso. Apresentação de dados sobre a participação da mulher em diferentes cinematografias e informações sobre as primeiras pesquisas dedicadas ao tema no Brasil. Apontamentos acerca de organizações, coletivos e outras iniciativas que pensam a mulher, representatividade, representação e paridade de gênero dentro do audiovisual.

AULA 2
| Primórdios do cinema
Por que o período entre 1908 e 1916 foi o momento mais promissor para as mulheres na história do cinema americano? Como diretoras pioneiras ajudaram a criar Hollywood, apesar de terem sido apagadas pela história.
Cineasta em foco: Alice Guy-Blaché (1873-1968)

AULA 3
| Cinema mudo
A contribuição feminina na era do cinema mudo, inclusive no Brasil, com Cléo de Verberena (1909-1972) e seu O Mistério do Dominó Preto (1931). Como a transformação do cinema em indústria foi fato determinante para a exclusão das mulheres.
Cineastas em foco: Lois Weber (1879-1939) e Dorothy Arzner (1897-1979)

AULA 4
| Cinema sonoro
O trabalho das mulheres por trás das câmeras nas primeiras décadas do cinema sonoro, incluindo no Brasil, com o sucesso de O Ébrio (1946), de Gilda de Abreu (1904-1979). Como o studio system foi marcado por grandes estrelas, mas poucas diretoras. A participação da mulher no cinema experimental.

Cineastas em foco: Ida Lupino (1918-1995) e Maya Deren (1917-1961)

Comente