Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de SP dá respaldo a estudante que sofreu homofobia em transporte público

Em nota oficial, a Coordenação de Políticas para LGBTI, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo declara apoio ao estudante

A Coordenação de Políticas para LGBTI, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, tomou conhecimento por meio das redes sociais do ato de homofobia sofrido pelo estudante Luiz Otávio Crisostomo, vítima de agressão por parte de um passageiro, quando trafegava em um ônibus.

Diante do ocorrido, a Coordenação LGBTI entrou em contato com a vítima e colocou-se à disposição para tomar os encaminhamentos necessários na defesa dos direitos e nos termos da Lei 10.948/01, buscando a efetiva identificação e responsabilização do agressor.

A coordenação também conversou com a SPTrans, que se prontificou a apurar o caso e tomar as providências necessárias. Ao mesmo tempo, afirmou que repudia qualquer ato de agressão, homofobia, racismo ou assédio no transporte público.

Em casos de LGBTIfobia é possível denunciar a um dos Centros de Cidadania LGBTI. Endereços:

Centro de Cidadania LGBTI Luiz Carlos Ruas (Região Central)
Rua Visconde de Ouro Preto, 118 – Consolação
Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h
Telefone: (11) 3225-0019

Centro de Cidadania LGBTI Laura Vermont (Região Leste)
Avenida Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h
Telefone: (11) 2032-3737

Centro de Cidadania LGBTI Luana Barbosa dos Reis (Região Norte)
Rua Plínio Pasqui, 186, Parada Inglesa
Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h
Telefone: (11) 2924-5225

Centro de Cidadania LGBTI Edson Neris (Região Sul)
Rua São Benedito, 408 – Santo Amaro – São Paulo-SP
Segunda a sexta-feira, das 9h às 18h
Telefone: (11) 5523-0413

estudante
Luiz Otávio Crisostomo tem respaldo do Coordenação de Políticas para LGBTI, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania. Foto: reprodução/Facebook

Comente