GAY BLOG BR by SCRUFF

O longa-metragem cearense “TRANSVERSAIS“, destaque da 29ª do Festival MixBrasil de Cultura e Diversidade no programa “Queer.Doc”, em 2021, estreará nos cinemas no próximo dia 17 de fevereiro.

Produzido por Allan Deberton (“Pacarrete”), o documentário apresenta depoimentos de quatro pessoas trans que resgatam suas histórias, processos de autodescoberta e de trânsitos e jornadas, além de também de uma mulher cisgênero, mãe de uma adolescente trans.

O longa sofreu censura do governo federal, que na época disse “não tinha cabimento fazer um filme com este tema” e declarou que ele seria “retirado” do edital da Ancine – o qual era finalista. Mesmo assim, o filme ficou circulando em festivais antes de fazer sua estreia em circuito comercial.

No elenco está Samilla Marques, uma funcionária pública; Érikah Alcântara, uma professora; Caio José, um enfermeiro; e o acadêmico Kaio Lemos. Todos passam por processo de auto aceitação até compreenderem suas subjetividades. Hoje vivenciam tecnologias de gênero, como hormônios e cirurgias, que lhe asseguram uma aparência condizente com a maneira como se veem, mas ainda sofrem com a incompreensão, o estranhamento e o preconceito.

“Eu gostaria muito que esse documentário pudesse contribuir para mudar esse cenário tão pavoroso em que vivemos hoje no País. Acho difícil, mas não impossível. É um trabalho de formiguinha. No entanto, se cada espectador que assistir ao filme despir seu olhar dos preconceitos costumeiros para se permitir conhecer esses personagens tão especiais, sentir suas dores e alegrias, e deixar que essas trajetórias tão bonitas e únicas toquem seu corações e mentes, acho que teremos um excelente começo”, comenta o diretor Émerson Maranhão.

Documentário TRANSVERSAIS estreia nos cinemas dia 17 de fevereiro
Reprodução

FICHA TÉCNICA TRANSVERSAIS

DIREÇÃO: Émerson Maranhão
PAÍS: Brasil
CIDADE: CE
ANO: 2021
DURAÇÃO: 84
CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: 14 anos

SINOPSE: Uma investigação do cotidiano, das dificuldades e dos sonhos de cinco pessoas transgêneros que moram no Ceará, no Nordeste brasileiro. O filme é uma adaptação da série de TV homônima, censurada pelo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, numa transmissão ao vivo nas redes sociais, em agosto de 2019.

Elenco/Cast: Caio José Batista, Érikah Alcântara, Kaio Lemos, Mara Beatriz, Samilla Marques Aires, Clotilde Batista Da Silva, Edivane Barros, Jânio Torres, José Rogério Franklin, Lara Mendes, Pai Aluísio, Priscila Marques, Priscila Paula Pessoa, Rozelangia de Paula Pessoa
Roteiro/Screenplay: Émerson Maranhão
Fotografia/Cinematography: Juno Braga, Linga Acácio
Montagem/Editing: Natara Ney
Som/Sound: Guma Farias
Produção/Production: Allan Deberton, César Teixeira




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"