GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Um homem de 75 anos, na Itália, foi sentenciado a dois anos de prisão por coordenar um ataque ao seu filho gay. As informações vieram do Newsweek e os nomes dos envolvidos foram mantidos em sigilo.

O pai teria pago €2,500 (aproximadamente R$ 15.520) em abril para um homem atacar fisicamente seu filho de 43 anos e o namorado, além de danificar o carro do casal.

“Meu filho é um bandido, quebre seus dedos” – teria dito o pai ao homem que executou o crime.

O ataque planejado coincide com uma discussão que anda tendo na Itália sobre proteger grupos minoritários. O parlamento italiano está debatendo sobre estender a proteção aos LGBTQIA+ e as mulheres e discutindo sobre o que seria “crime de ódio”.

Há também uma denúncia de que em fevereiro, o pai também contratou alguns homens para baterem no namorado do filho, sendo que ele acabou parando no hospital.

Pai é condenado à prisão após pagar 15 mil reais para agredirem filho gay
Reprodução

Homofobia é fruto de indivíduos com pouca inteligência, diz estudo

Pesquisadores da Universidade de Queensland (Austrália) concluíram que pessoas com menor inteligência também são mais propensas a ter preconceitos contra pessoas LGBT+.
O estudo, intitulado “As Raízes Cognitivas do Preconceito para Casais do Mesmo Sexo: Uma Análise de uma Amostra Nacional Australiana”, contribui para o fato que não é tão inédito, fornecendo as primeiras análises das associações entre capacidade cognitiva e atitudes em relação às questões LGBT+ em uma amostra fora dos EUA (Austrália).

Comparando-as em três medidas de capacidade cognitiva e examinando os efeitos separados, articulares e interativos de educação e habilidade cognitiva, os resultados de um conjunto de dados nacional australiano de alta qualidade (11.564 pessoas entrevistadas) indicam que indivíduos com baixa capacidade cognitiva são menos propensos a apoiar direitos iguais para casais do mesmo sexo. Esse padrão se mantém na presença de confusões, é consistente em todas as medidas de habilidade e é mais pronunciado para a habilidade verbal.

A educação e a capacidade cognitiva afetam as atitudes por meio de canais semelhantes, mas retêm efeitos independentes. Um dos testes foi o “Espaçamento de Dígitos Regressivos”, para avaliar a memória dos entrevistados. Nele, um examinador dita números e pede que os pacientes os repitam de trás pra frente. Outro teste realizado foi o Exame Nacional de Leitura, que apresenta um conjunto de palavras escritas errado para que o entrevistado indique os erros. Por fim, o Teste das Modalidades de Dígitos (SDMT), que analisa se as funções cognitivas ao pedir para o paciente relacionar números com símbolos.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".