GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

O presidente da Argentina, Alberto Fernández, anunciou a criação do Conselho Federal para Abordagem de Feminicídios, Travesticídios e Transfeminicídios, para dar uma resposta a “extrema violência contra mulheres e LGBTI”. As informações vieram do Gay Times.

“Para por um fim a essas aberrações precisamos levar adiante as estratégias coordenadas entre o governo nacional, as províncias e os municípios da Argentina, que ajudem a prevenir e identificar situações de risco e garantir um estado que responda com a agilidade necessária” – disse Fernández no Twitter.

Com o órgão federal, haverá uma ação institucional para prevenir, investigar, sancionar e fornecer reparação e assistência para esse tipo de delito. O conselho surgiu depois da morte da jovem Úrsula Bahillo, de 19 anos, que foi morta a facadas por um ex-namorado na cidade de Rojas, província de Buenos Aires, no último dia 8 de fevereiro. Já Vanessa Carreña, de 28 anos, foi morta no dia 12 apunhalada pelo ex-marido na frente dos filhos, também na região metropolitana da capital argentina.

Presidente da Argentina cria Conselho para combater feminicídios e transfobia
Reprodução

Ambos os crimes tiveram grande repercussão na Argentina, vindo daí a criação do conselho federal. Segundo a ministra das Mulheres, Gênero e Diversidade, Elizabeth Gómez Alcorta, o “caso de Úrsula é a regra, não a exceção”. O sistema judiciário da Argentina, segundo Alcorta, não tem uma perspectiva de gênero, já que a vítima havia denunciado dezoito vezes o agressor e, ainda assim, não foi protegida.

“Neste caso, a enorme falha que tem a intervenção judicial é vista com indiscutível clareza. Estamos perante um caso em que uma jovem faz 18 denúncias contra uma pessoa que tem histórico de agressões em relações passadas. E a pessoa estava absolutamente sem qualquer medida de restrição à sua liberdade”, afirmou a ministra, em entrevista ao canal de notícias argentino TN.

A ministra será uma das integrantes e coordenadoras do conselho anunciado por Fernandez, que também contará com os ministérios da Segurança, Justiça e Direitos Humanos, do Ministério Público Fiscal da Nação, do Poder Judiciário e Legislativo.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF possui mais de 15 milhões de usuários no mundo todo. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. Baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"