GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

O Ministério da Defesa do Reino Unido anunciou, neste dia 16 de fevereiro, que vai devolver as condecorações a militares dispensados por serem homossexuais, prática que ocorreu até o ano 2000. Estima-se que cerca de 250 militares eram expulsos por ano e perdiam suas medalhas pelo simples fato de serem gays.

A reparação vale tanto os que foram condenados por “comportamento homossexual”, respeitando a legislação militar do Reino Unido na época, quanto aos que foram simplesmente dispensados quando a orientação sexual vinha “a tona”, sem condenação.

No comunicado desta terça, o Ministério da Defesa disse que as dispensas e condenações são “erros históricos” e está estudando formas de “examinar e compreender o amplo impacto das práticas anteriores ao ano 2000”.

A ONG de defesa dos direitos dos LGBTs Stonewall disse que tal decisão “ajudará muito a corrigir os erros do passado”, e atribui a decisão à campanha desenvolvida por Joe Ousalice (70), que entrou na Justiça para recuperar a medalha perdida em 1993, quando pessoas LGBT foram proibidas de servir nas Forças Armadas.

Reino Unido devolverá medalhas a militares expulsos do exército por serem LGBTs
Reprodução

Ousalice, que é bissexual, serviu na Guerra das Malvinas, na Irlanda do Norte e em conflitos no Oriente Médio, recebendo uma condecoração em 1991 por Longo Serviço e Boa Conduta. Só que no ano seguinte ele foi preso por “indecência grave”. Em 2019, quando iniciou seu caso contra o Ministério da Defesa, ele contou à BBC: “Um cara veio com uma tesoura e disse ‘desculpe, amigo, eu preciso da sua medalha’ e apenas cortou a medalha de mim”.

Depois da condenação, o militar relata diversos prejuízos em sua vida, incluindo perdas financeiras causadas por redução da aposentadoria, dificuldades em arrumar um novo emprego, além de lidar com a solidão. Em 2020, ele venceu na Justiça e recuperou a medalha e também teve uma retratação do governo britânico, que prometeu revisar a situação de todos os casos.

Com informações de Folha de São Paulo

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".