GAY BLOG BR by SCRUFF

A PCPR (Polícia Civil do Paraná) revelou neste domingo (16) que o José Tiago Correia Soroka, de 33 anos, é suspeito pelas mortes de David Júnior Alves Levisio, Marco Vinício Bozzana da Fonseca e Robson Olivino Paim. Todas as três vítimas eram homens gays, moravam sozinhos e foram encontrados mortos na cama de suas residências com sinais de asfixia.

Após a divulgação do nome e das fotos de Soroka, também foram divulgadas as imagens das câmeras de segurança dos prédios das vítimas de Curitiba.

Inicialmente, os casos foram tratados como homicídio, porém foram identificados pertences subtraídos dos locais. Após investigações de alta complexidade, sendo a PCPR, foram realizadas diligências para identificar o suspeito. A PCPR ainda contou com o apoio da Polícia Civil de Santa Catarina (PCSC).

De acordo com as investigações, o suspeito marcava os encontros pelo Grindr e, em um primeiro momento, o indivíduo trocava fotos com as vítimas. Posteriormente, se deslocava até a residência da vítima e, ao chegar ao local, as estrangulava. Após o sufocamento, o serial killer as cobria com cobertas.

Nas redes sociais, Soroka retirou sua foto do perfil no dia que cometeu o primeiro dos três crimes. Na manhã do dia 16 de abril, às 11h44, dia do assassinato de Robson Paim, o criminoso atualizou a foto para a imagem de um pôr do sol.

Na última terça-feira, 11, houve uma quarta vítima em Curitiba, que conseguiu escapar com vida.

O serial killer já teve passagem pela polícia. Em 2015, ele e mais dois amigos foram presos após capotarem um veículo roubado no bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Após cometerem o crime, o trio tentou fugir sentido litoral, porém, acabou se envolvendo em um acidente na PR-508.

DENÚNCIAS E NOVAS INFORMAÇÕES

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) solicita a colaboração da sociedade com informações que auxiliem na localização do procurado. As denúncias podem ser feitas diretamente à equipe de investigação de forma anônima pelos telefones 197 da PCPR, 181 Disque Denúncia ou pelo 0800-643-1121.

Polícia divulga fotos do suspeito de matar gays em Curitiba e Santa Catarina
Polícia divulga fotos do suspeito de matar gays em Curitiba e Santa Catarina – Divulgação



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.