Para marcar o Dia do Orgulho LGBT+, 28 de junho, a coordenadora de Políticas para a Diversidade Sexual na Secid (Secretaria da Cidadania) de Sorocaba, Rogeria Fernandes do Nascimento, decidiu organizar uma live com pessoas de expressão na cidade e que atuam no combate da homofobia.

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -
Neste domingo, às 16 horas, acontece uma live na Fan Page da Secid sobre o Dia do Orgulho LGBT.
Evento acontece neste domingo

O 28 de junho é lembrando mundialmente como o Dia do Orgulho LGBT em razão de um episódio ocorrido em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em 1969, no bar Stonewall Inn, frequentado até hoje pelo público LGBT, que diariamente recebia batidas policiais. A comunidade fez um levante contra a perseguição policial e, no ano seguinte, em 1970, no dia 1° de julho aconteceu a primeira Parada do Orgulho LGBT, que hoje se repete no mundo, inclusive em Sorocaba.

O evento ao vivo vem ao encontro da realidade impressa pela pandemia causada pelo coronavírus, já que a Parada do Orgulho LGBT não acontecerá neste ano. Pós-graduada pela UfsCar (Universidade de São Carlos), atuando na área da educação com ênfase nos Estudos de Gênero e Sexualidade, Rogéria resolveu fazer a live para abordar a questão e marcar a data.

Não sou francês, somente gay mesmo
Foto: Prefeitura de Sorocaba

Com o tema “Gênero e sexualidade – Por que o dia 28 de junho é importante para a população LGBT ? “, o evento será mediado pela coordenadora  de Políticas para a Diversidade Sexual com a participação da advogada Emanuella Barros, presidente do Conselho Municipal da Mulher; Thara Wells, presidente da Associação Transgênero de Sorocaba (ATS), e Vivian Machado, presidente do Conselho Municipal de Direitos de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgêneros.

 “O dia 28 de junho tornou-se um marco importante na luta e garantia de direitos humanos voltados às questões de gênero e orientação sexual, nos levando a refletir e problematizar, ainda mais neste dia, acerca das inúmeras experiências vividas e sofridas contra a criminalização e a patologização do ser e pela constante luta no combate à discriminação e violência voltada à população LGBT”, comentou Rogéria.

A página da Secid no facebook é a http://facebook.com/secidsorocaba/

Google Notícias