GAY BLOG BR by SCRUFF

Dos classificados pessoais nos jornais impressos às mensagens nas portas de banheiros, do “Namoro da TV” aos apps de relacionamento segmentados, histórias de amor já se materializaram através de plataformas de comunicação. O SCRUFF é uma delas, com 15 milhões de membros em todo o mundo, em 180 países e 6 continentes, e pode ser acessado em 9 idiomas: inglês, italiano, espanhol, português, alemão, francês, japonês, chinês e árabe.

Fundado em 2010 por Johnny Skandros e Eric Silverberg, agora seu CEO, o SCRUFF é o único aplicativo de todos os apps deste segmento que foi fundado e continua sendo gerido por pessoas LGBTQ. E isso faz toda a diferença na representatividade, pois os gestores são vozes verdadeiras de uma comunidade e não de megaconglomerados internacionais.

Eric Silverberg, CEO do SCRUFF - Reprodução
Eric Silverberg, CEO do SCRUFF – Reprodução
Johnny Skandros
Johnny Skandros – Reprodução

Engana-se, porém, quem acredita que o SCRUFF funciona apenas para ‘dates’. O serviço Venture tem foco em viagens e permite que os usuários naveguem por destinos turísticos em todo o mundo, contatem outros usuários, confiram a agenda de eventos locais – e as listas de confirmados – e pesquisem as opções de hospedagem. Uma função de chat conecta os usuários aos “embaixadores” locais, que podem fornecer sugestões sobre onde ir e o que fazer em mais de 500 destinos.

Desde seu lançamento, o SCRUFF adicionou novos recursos e foi o primeiro aplicativo a incluir opções para membros da comunidade militar e trans. Em 2013, criou uma comunidade para usuários soropositivos chamada “Poz” e, em 2015, lançou sua Versão 5, que incluía novas comunidades, tipos de relacionamento, preferências de sexo e práticas de segurança.

Em 2018, a segurança, a privacidade e especialmente a preocupação com a publicidade duvidosa levaram o aplicativo a não usar anúncios programáticos de terceiros, como banners, especialmente em regiões ou países onde a homofobia ainda é generalizada, criando um modelo de receita baseado em assinaturas e publicidade direta. Neste mesmo ano, SCRUFF retirou do sistema de busca a opção “informações sobre raça ou etnia”, para evitar assédio. O CEO Eric Silverberg disse que a decisão ajudará a empresa a “garantir que o assédio, o racismo e o abuso não aconteçam”. E em 2021, lançou a ferramenta de verificação com o objetivo de criar um espaço ainda mais seguro para seus membros.

Nos Estados Unidos, SCRUFF lançou um game show de perguntas e respostas ao vivo chamado “Hosting”, em março de 2019. Os usuários competem por prêmios em dinheiro respondendo a questões de história e cultura pop com tema LGBTQIA+ e, simultaneamente, podem continuar a ver e enviar notificações de “Woof” para outros jogadores.

No Brasil, desde 2018, o SCRUFF participa ativamente de eventos da cena, divulgando na agenda do app, apoiando e patrocinando, além de realizar eventos proprietários, como a mostra Curta Woofs, que em sua primeira edição, em março de 2021, disponibilizou gratuitamente, no Instagram do app, oito produções brasileiras com temática LGBT+, com curadoria de André Fischer, fundador do Festival MixBrasil e responsável pelo Centro Cultural da Diversidade, com filmes que mesclam sexualidade, linguagens estéticas e grupos, produzidas pelo Brasil de norte a sul, trazendo diferentes aspectos do cotidiano do homem gay brasileiro.

Acreditando que a informação é essencial para combater preconceitos, assuntos relevantes para a comunidade, e a sociedade como um todo, também vê a produção de notícias voltadas para o público LGBT como uma grande ferramenta de empoderamento e ocupação na mídia para a comunidade e, desde 2019, traz notícias diárias através do Gay Blog BR. Temas como direitos, entretenimento, saúde e segurança, são abordados no blog, assim como nas séries de debates online.

Eric e Johhny – Divulgação

Em A Fim de Papo, especialistas falam de temas como Chem sex, o Racismo em Apps de Relacionamento – levantando os problemas gerados pelo racismo e a objetificação do corpo negro no sexo. HIV, AIDS, Prevenção e Saúde – assunto que mesmo após quase 40 anos da descoberta do vírus ainda gera muito preconceito e discriminação – é tema também na série SCRUFF Specials, como a campanha que informa e tira dúvidas de seguidores com especialistas, no Dia Mundial de Luta Contra a AIDS.

Os esportes também são objeto dos Specials, mostrando os jogos da Ligay Champions, a maior liga de futebol gay do Brasil, aqui na edição de 2019, patrocinada pelo SCRUFF, em São Paulo e Brasília. Em 2019, pouco antes de ser decretado o lockdown, aconteceu o Primeiro Torneio SCRUFF de Vôlei de Praia, no Rio de Janeiro, com mais de 20 times, 100 atletas inscritos, doações de alimentos para Brumadinho e muita interação com os boys SCRUFF, trazendo visibilidade e representatividade para o atleta gay.

Já a cena musical LGBTQIA+ encontrou no SCRUFF um novo e potente apoiador. Desta união resultaram clipes para as faixas Taca Raba (feat. PANKADON), de Lia Clark, QÉUQ, de Guigo, Obrigada (Acústico), de Kikaboom e, o mais recente, de Natty Hills para a música Dentro de Mim, uma balada romântica surpreendente em que a artista faz uma viagem no tempo e nos leva de volta aos anos 80, disponível no canal da cantora no YouTube.

Em dezembro de 2021, o SCRUFF criou a função de vídeo chamadas através do aplicativo, que permite aos Woofers (como são chamados os usuários do app) comuniquem-se de uma forma mais direta e em tempo real, através da câmera dos aparelhos celulares, encurtando a distância e aproximando-os digitalmente antes de um encontro de maneira segura fora do aplicativo.

Johnny Skandros - Reprodução
Johnny Skandros – Reprodução

COMO FUNCIONA?

A plataforma está disponível gratuitamente em dispositivos iOS e Android e é possível usar gratuitamente ou na versão “Pro”, onde os usuários podem optar por adquirir uma assinatura paga com acesso a recursos adicionais.

Após o cadastro gratuito, o aplicativo permite upload de fotos em seu perfil e a busca de outros membros por geolocalização e interesses compartilhados. Através da geolocalização, a interface inicial exibe uma grade de fotos do perfil do usuário, organizadas do mais próximo para o mais distante. E aí começa o vasto mundo do SCRUFF.

Os usuários podem enviar mensagens diretamente para outros usuários ou podem usar o recurso “Woof”, função que permite aos membros expressarem o interesse por outros membros como alternativa ao envio de mensagens diretamente.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"