Ator de Sense8 sai do armário e revela medo de homofobia

Em uma recentre entrevista com a revista Attitude, o ator Brian J.Smith, o policial Will Gorski na série da Netflix, Sense8, revelou que é gay.

Em uma recentre entrevista com a revista Attitude, o ator Brian J. Smith (38 anos), que interpretou o policial Will Gorski na série da Netflix, Sense8, revelou que é gay. Smith aproveita a oportunidade para dizer como é viver em uma cidade pequena do Texas sendo homossexual.

“Nunca poderia ser quem eu era. Estava constantemente tendo que me controlar e me certificar de que não estava olhando para alguém por muito tempo ou fazendo algo com que alguém se sentisse desconfortável” – disse.

Foto: Harol Baez
Foto: Harol Baez
Capa Attitude. Foto: Harol Baez

Em relação à família, ele disse que se sentiu surpreendido quando souberam do assunto, falando que os pais foram muito mais compreensíveis do que ele imaginava. O ator comentou sobre o assunto com a família só aos 30 anos.

“Quando eu saí do armário para os meus pais, eles foram maravilhosas. Eles disseram estar apenas esperando eu dizer alguma coisa. Foram muito mais avançados do que eu acreditava que seriam. Acho que foi quando eu me senti bem com isso, também. Em termos, tive o sentimento de ‘oh,  o mundo não é tão perigoso quanto eu pensei que fosse”.

View this post on Instagram

Migs and me. Positano, Italy.

A post shared by Brian J. Smith (@smithespis) on

Na mesma entrevista, o ator diz que só se sentiu confortável em falar sobre o assunto quando entrou para o elenco de Sense8. Esta série possui vários personagens sexualmente fluidos, trans e homossexuais.

BIOGRAFIA

Ator de Sense8 sai do armário e revela medo de homofobia
Foto: reprodução
Smith in ‘Sense8’ – Foto: reprodução

Natural de Allen, no Texas, Smith é bacharel em Belas Artes pela Julliard School, em Nova Iorque, onde estudou entre os anos de 2003 a 2007.

Nesse meio tempo, iniciou sua carreira como ator em 2005 ao interpretar Trey, um homem gay que enfrentava a intolerância de seu pai, um religioso fundamentalista. O filme em questão é Hate Crime, uma produção independente que passou em diversos festivais de cinema LGBT nos Estados Unidos.

Em 2009 ganhou destaque com seu primeiro protagonista na série Stargate Universe, cancelada no ano seguinte. Ele também apareceu em Gossip Girl (Garota do Blog no SBT) como Max em cerca de seis episódios.

Leia também: 11 de outubro: ‘The Coming Out Day’ – ‘Dia de Sair do Armário’ 

1 COMENTÁRIO