Lucas Hedges: ‘não sou totalmente hétero’

O ator se tornou reconhecido por seu trabalho em Manchester by the Sea (2016), o qual lhe rendeu indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante.

Em uma entrevista com Vulture, o ator de Lady Bird, Lucas Hedges, se abre sobre sua sexualidade, dizendo: “Eu me reconheço como existindo nesse espectro: não totalmente hétero, mas também não gay ou bissexual.”

lucas hedges
O ator tornou-se reconhecido por seu trabalho em Manchester by the Sea (2016), o qual lhe rendeu indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante. Foto: Mic

Ele continua: “Nos primeiros estágios da minha vida, algumas das pessoas com as quais eu mais me apaixonei eram meus amigos homens mais próximos. Esse foi o caso durante o ensino médio e acho que sempre tive consciência de que, na maioria das vezes, eu me sentia atraído por mulheres.”

O ator de 21 anos, que foi indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu trabalho em Manchester By the Sea em 2017, lembra de ter se sentido envergonhado no ensino médio por sua sexualidade.

“Senti vergonha de não estar 100 por cento [heterossexual], porque estava claro que um lado da sexualidade apresenta ‘problemas’, e o outro não tanto”, diz ele.

'Manchester by the Sea'. Foto: reprodução
‘Manchester by the Sea’. Foto: reprodução

Hedges aparecerá no drama sobre cura gay ‘Boy Erased’, que será lançado nos cinemas em novembro. Nele, interpreta um adolescente gay forçado a frequentar a terapia de conversão por seus pais religiosos, interpretados por Nicole Kidman e Russell Crowe. “É uma história sobre a vergonha, que me pareceu o fator governante da minha vida e da minha infância”, pondera.

Além de Boy Erased, Hedges está se preparando para fazer sua estreia na Broadway em The Waverly Gallery no final deste ano. Com informações de Queerty.

1 COMENTÁRIO