GAY BLOG BR by SCRUFF

O dia 29 de janeiro marca o Dia da Visibilidade Trans. A escolha da data se deu 2004, quando, pela primeira vez, pessoas travestis e transgênero estiveram no Congresso Nacional para pressionar os parlamentares e exigir visibilidade para as demandas sociais da comunidade.

Em 2021, a Casa 1 realiza a Semana da Visibilidade Trans pelo quarto ano consecutivo, com uma programação composta exclusivamente por pessoas trans. A programação inclui transmissão online da peça “Wonder – vem pra barra pesada”, com a atriz Wallie Ruy e os pocket shows de Danna Lisboa e Alice Guél, tudo ao vivo direto do Teatro Oficina.

Também será promovido o lançamento da coleção literária “Traviarcado” e oficina de escrita com o dramaturgo e ator Daniel Veiga. Todas as atividades são gratuitas.

Para fugir da realidade dos eventos que costumam ganhar destaque nessa data, cujo foco é falar sobre como é ser trans, a Casa 1 busca evidenciar as vivências e os trabalhos protagonizados por pessoas trans. A ideia é exaltar a pluralidade de artistas e profissionais trans e fugir dos estereótipos.

Neste ano a curadoria ficou por conta da atriz Renata Carvalho, que explica as escolhas da programação: “Queremos com essa edição fazer uma ode ao Traviarcado, celebrando nossa transcestralidade, pluralidade e diversidade do ser trans/travesti, reafirmando nosso senso de coletivo e comunidade”.

Para além da efeméride, artistas trans encontram espaço na programação da Casa 1 ao longo de todo o ano. Essa sempre foi uma das preocupações da organização, que é mantida exclusivamente por meio de doações da sociedade civil.

“Quando lutamos por representatividade nas artes, estamos lutando por representatividade em todos os âmbitos sociais. Possibilitar ou facilitar a prática artística desses artistas é uma forma também de contribuir com nossa permanência. É importante termos espaços para ensaiar, experimentar, estudar, partilhar e exercer nosso ofício, e muitos de nós não conseguimos ter acesso a esses espaços para compartilhar nossas produções artísticas”, afirma Renata Carvalho.

Casa 1 anuncia programação especial para Dia da Visibilidade Trans
Peça “Wonder”, exibida no CCD em 2020 – Reprodução

PROGRAMAÇÃO COMPLETA

29/01 (SEXTA) – DIA DA VISIBILIDADE TRANS
Lançamento da coleção “Traviarcado”, da Editora Monstra, da Casa 1. Com textos de Sara Wagner York, Magô Tonhon, Bruna Benevides (Antra) e Ian Geike.  A publicação será digital e a distribuição gratuita.

Apresentações ao vivo, direto do Teatro Oficina:
18h – Abertura.
18h10 – Pocket Show de Danna Lisboa. Duração: 40 min.
19h – Pocket Show de Alice Guél. Duranção: 40 min.
20h – Wonder – vem pra barra pesada, com Wallie Ruy. Duração: 90 min.
22h – Encerramento.

DE 01 a 17/02 – OFICINA DE ESCRITA
01, 03 e 05/02 – Oficina de escrita com o roteirista, dramaturgo e ator Daniel Veiga.
08 e 10/02 – Projeto gráfico dos textos criados nos encontros anteriores, com a artista visual Laura Daviña, do Parquinho Gráfico – Casa do Povo.
17/02 – Finalização dos textos e do projeto gráfico.

Após os encontros, a Editora Monstra lançará uma publicação coletiva com as obras literárias criadas a partir da oficina.

As inscrições e a oficina são gratuitas. Para se inscrever, basta acompanhar as redes da Casa 1, onde será publicada a chamada. Obviamente, em razão do contexto da pandemia de coronavírus, este ano toda a programação será exclusivamente online.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.