GAY BLOG BR by SCRUFF

Nesta quinta-feira (03), chega ao catálogo da  Netflix o filme “Madalena”. A produção brasileira, dirigida por Madiano Marcheti, narra a história do desaparecimento da transexual Madalena em uma região conservadora do Brasil.

Desde o seu lançamento em 2021, “Madalena” já participou de mais de 30 festivais. Entre os prêmios recebidos está o Coelho de Prata de “Melhor Direção”, no Prêmio do Júri da “Mostra Competitiva Brasil para Longas e Médias-metragens” do Festival MixBrasil.

(Foto: Reprodução)

Além de abordar a história do desaparecimento de uma mulher, o filme também busca mostrar as reações das pessoas que conhecem Madalena, que vão desde a indiferença até a presunção de que ela está morta, por esta ser uma “hipótese natural” para as pessoas transexuais, explica Marcheti em entrevista à agência France Presse (AFP).

“Infelizmente, a expectativa de vida de uma pessoa trans no Brasil é de 35 anos e, para essas pessoas, acaba sendo uma hipótese natural: se desaparecem é porque podem ter sido assassinadas“, salientou o diretor.

Marcheti também pontua que “Madalena” é uma história que ele precisava contar. “Queria falar sobre meu lugar de origem no Brasil, o estado do Mato Grosso do Sul (…), região muito conhecida e importante no país pelo agronegócio. Queria falar sobre os impactos do agronegócio na natureza e na vida das pessoas”, explica.

Produzido pela  Polo Filme e Raccord Produções e coproduzido Viralata Produções e Terceiro Plano, o filme tem no elenco Natália Mazzarim, Rafael de Bona e Pamella Yule.

Serviço

Filme: “Madalena“, de Madiano Marchetti
Estreia: Quinta-feira (03), na Netflix
Sinopse: Luziane, Cristiano e Bianca não têm quase nada em comum, além do fato de morarem na mesma cidade rural cercada por plantações de soja no oeste do Brasil. Embora não se conheçam, cada um deles é afetado pelo desaparecimento de Madalena. Em diferentes partes da cidade, cada um à sua maneira, eles reagem à ausência dela.

Cartaz (Foto: Reprodução)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)