O ator e modelo Pablo Morais é, além de tudo o que já sabemos, um belo de um cantor e compositor. O álbum “Rock Santo”, que debuta nesta sexta, 04, é fruto de seu isolamento social em função da pandemia do coronavírus e foi gravado em um estúdio caseiro construído por ele mesmo e seus amigos. Com dez faixas autorais que transitam entre o trap e boom bap, Morais relembra sua infância na periferia de Goiânia e a recentes experiências vividas no Rio de Janeiro em suas composições.

Foto: Igarashi
Foto: Igarashi

Entre os destaques, a música “Passa o Beck”, que foi composta em forma de crônica e conta a trajetória do cantor em uma linha do tempo imaginária, que se inicia no momento que ele sai da periferia de Santo Hilário, em Goiânia, até a sua atual realidade carioca. A faixa “Mundo Demodê”, primeiro single do disco, lançado em 31 de julho, é considerada por Pablo sua love song e teve o clipe filmado no seu home studio. O lançamento do álbum vem acompanhado do clipe “Chama o Spike”.

Para ouvir no Spotify, clique aqui.

Faixas Rock Santo

Chama o Spike
Já Não Tem Solução
Jack
Passa o Beck
40 graus
Cê Não Liga Mais Pra Mim
Cabeça de Alho
Mundo Demodê
Goku
Fuck on the Street

Foto: Igarashi

Trajetória

Pablo foi lançado como ator aos 19 anos, na série Subúrbia (2012), quando foi descoberto por Luiz Fernando Carvalho. Sua carreira musical começou com a banda “A Tribo”, em 2013, onde chegou a fazer turnê por diversas regiões do país. A primeira música gravada por Pablo foi em 2014, “A Bola Não Cai”, produzida pelo duo Venus Brow e Mario Caldato e feat. de Seu Jorge. O videoclipe foi estrelado pela modelo Alessandra Ambrosio e já acumula mais de 360.000 vizualizações no You Tube.

Na TV, Pablo está no ar com reprise de “Malhação – Viva A Diferença”, na Rede Globo. Em paralelo, integra o elenco da novela “Gênesis”, da Rede Record, com o personagem Ninrode.

Foto: Igarashi pablo morais
Foto: Igarashi

Pablo Morais, o Tomé de ‘Segundo Sol’, revela já ter beijado homem e feito ménage a 3

Google Notícias