GAY BLOG BR by SCRUFF

Na noite do último domingo (27), ocorreu a cerimônia da 94ª edição do Oscar, no Teatro Dolby, em Los Angeles. Ariana DeBose, de 31 anos, se tornou a primeira atriz negra, latina e lésbica a ganhar a estatueta mais cobiçada de Hollywood. Ela venceu a categoria de “Melhor Atriz Coadjuvantepor sua atuação como Anita em “Amor, Sublime Amor”.

Ariana DeBose (Foto: Getty Images)

Logo na sua primeira indicação, a atriz levou a estatueta para casa. Além da vitória histórica, essa também é uma conquista curiosa, pois em 1962, Rita Moreno, que participou do remake como atriz e produtora-executiva, levou exatamente o mesmo prêmio e pela mesma personagem.

A atriz compartilhou uma foto com a estatueta em seu perfil no Instagram. De pés descalços e vestido curto, ela posou para o registro em uma banheira com o troféu na mão. “Vencedora do Oscar Ariana Debose. Essa é bem a frase!“, comemorou Ariana na legenda da publicação.

Ariana é conhecida pelo trabalho na Broadway e por suas participações em séries como  “Schmigadoon! e “The Prom“. A atriz já tinha sido premiada no SAG Awards e no Globo de Ouro pelo papel de Anita, em Amor, Sublime Amor”.

Imagine essa menina no banco de trás de um Ford Focus branco. Olhe nos olhos dela, veja uma mulher de cor abertamente queer e afro-latina que encontrou sua vida e sua força na arte. Isso é o que acredito que celebramos aqui. Então, se alguém, alguma vez, questionou a sua identidade, prometo a você, há um lugar para nós“, disse Ariana ao receber a estatueta.

Ariana DeBose como Anita em “Amor, Sublime Amor” (Foto: Reprodução)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)