Com cerimônia de abertura no dia 13 de novembro, o Festival Mix Brasil é um evento cultural anual com foco em filmes relacionados com a sexualidade em suas diversas formas de expressão. Em 2018, 52 mil pessoas participaram das exibições, festas, teatro, música, conferência e debates.

A cada edição, um longa-metragem é escolhido para ser exibido na cerimônia de abertura. Em 2017 foi Call Me By Your Name (Me Chame Pelo Seu Nome), em 2018 foi Bixa Travesty e este ano será o fracês “Retrato de Uma Jovem em Chamas” (“Portrait of a Lady on Fire” / “Portrait de la jeune fille en feu”), dirigido por Céline Sciamma.

Confira o trailer:

SINOPSE

França, 1770. Marianne, uma pintora, é incumbida de pintar o retrato de casamento de Héloïse, uma jovem que acabara que deixar o convento. Héloïse está relutante sobre seu noivado, e Marianne deve pintá-la sem o seu conhecimento. Ela a observa diariamente, para que a pinte em segredo. Melhor Roteiro e Queer Palm em Cannes (Un Certain Regard).

Prêmios e qualificações do Festival Mix Brasil

Coelho de Ouro

Prêmio de Juri para Melhor Longa Metragem Brasileiro (ficção/documentário);
Prêmio de Juri para Melhor Curta Metragem Brasileiro (Ficção/documentário);

Coelho de Prata

Prêmio de Juri para Melhor Direção em Curta Metragem Nacional;
Prêmio de Juri para Melhor Roteiro em Curta Metragem Nacional;
Prêmio de Juri para Melhor Interpretação em Curta Metragem.

Prêmio de Juri para Melhor Direção em Longa Metragem Nacional;
Prêmio de Juri para Melhor Roteiro em Longa Metragem Nacional;
Prêmio de Juri para Melhor Interpretação em Longa Metragem Nacional.

Prêmio de Publico para Melhor Longa Metragem Brasileiro (ficção/documentário);
Prêmio de Publico para Melhor Longa Metragem Internacional (ficção/documentário).
Prêmio de Publico para Melhor Curta Metragem Nacional;
Prêmio de Publico para Melhor Curta Metragem Internacional;

Prêmios Especiais

Prêmio Suzy Capó (Coelho de Ouro) para o trabalho mais inventivo e transgressor. (filme/teatro/musica/dança).

Prêmio Show do Gongo (Coelho de Prata) ao vídeo sobrevivente às gongadas do público e de Marisa Orth;

Canal Brasil
Prêmio Canal Brasil escolhido por juri do Canal para Melhor Curta Metragem Nacional – valor R$ 15.000,00 (quinze mil reais) além de ser indicado para po grande Prêmio Canal Brasil no valor de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais).

Prêmio Sesc TV para o melhor curta metragem da competitiva escolhido por um juri escolhido pelo Sesc. Premio de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e contrato de exibição por 2 anos no canal.

Incentivos:
Prêmio Mistika curta-metragem – R$ 5 mil em serviços de pós-produção de imagem.

Prêmio CTAV
Curta metragem: empréstimo de equipamento e acessórios por duas semanas;
Longa metragem: empréstimo de equipamento e acessórios por quatro semanas.

Prêmio DOTCINE
Curta Metragem: 2 diárias de correção de cor + DCP master;
Longa Metragem: Master DCP.

Google Notícias

2 COMENTÁRIOS