Mulher Pepita lança livro na Bienal do Rio

O programa "Cartas pra Pepita", sucesso de público no IGTV e no YouTube, completa um ano no ar e, pra comemorar, traz as melhores cartas no livro

“Cartas pra Pepita” é o livro de estreia do selo editorial Monocó, da Editora Arole Cultural, focado em publicações de títulos e autores LGBTQ+ e sobre a diversidade sexual.

Apresentado pela ativista LGBT, cantora e compositora Mulher Pepita, uma das primeiras funkeiras travesti do Brasil, o programa traz os conselhos e pitacos da autora sobre os relacionamentos dos leitores-espectadores, que enviam suas cartas ao programa e são lidos no ar, sem pudores.

Em um ano de programa, Mulher Pepita recebeu mais de 2.000 cartas e respondeu cerca de 300 delas em 55 episódios do programa, que são transmitidos semanalmente através do IGTV @pepita e do canal de Matheus Mazzafera no YouTube. No livro, as cartas e histórias de maior destaque foram transcritas, trazendo os questionamentos do público sobre seus relacionamentos amorosos e incertezas da vida adulta em tempos de intolerância e resistência pela diversidade.

O lançamento também traz uma novidade aos fãs da cantora que, até o próximo dia 20 de agosto, poderão ter sua carta publicada no livro: para isso, basta postarem suas histórias nas redes sociais usando a hashtag #cartasprapepitaolivro. Das postagens, três serão publicadas com exclusividade na primeira edição do título. Outras histórias postadas com a hashtag #cartasprapepitaolivro também serão selecionadas para serem lidas por Pepita durante os eventos de divulgação do livro em setembro e outubro deste ano.

O selo Monocó, coordenado pelos editores Diego de Oxóssi e Rayanna Pereira, faz seu lançamento oficial e do livro “Cartas pra Pepita” durante a Bienal Internacional do Rio de Janeiro, no próximo 06 de setembro às 18h, no estande da Editora. No evento, que contará com a presença da autora, também acontecerá a gravação ao vivo de um episódio do programa que dá nome ao livro.

Cartas pra Pepita
Cartas pra Pepita

SERVIÇO
Cartas pra Pepita
176 páginas, ISBN 9786580637041
Lançamento: 06 de setembro, na Bienal do Livro RJ
Pré-venda disponível em www.cartasprapepita.com.br
Preço de capa: R$29,60

Sobre a autora

Pepita iniciou sua carreira como dançarina de funk no Rio de Janeiro. Enquanto apresentava-se em boates cariocas, a cantora foi presenteada com a música “Tô à Procura de um Homem” por um amigo e imediatamente lançou-se na carreira musical. Em 2014, um vídeo da artista dançando vazou na internet e viralizou, dando à Pepita grande visibilidade, tornando-se uma figura frequente na comunidade gay. O sucesso e a fama culminaram no lançamento do primeiro EP da artista, intitulado “Grandona pra Caralho” (um dos bordões da artista, que se refere aos comentários preconceituosos feitos ao seu corpo). A representatividade da Mulher Pepita é especialmente importante num país como o Brasil, que lidera o ranking mundial de assassinatos de transexuais e travestis, de acordo com dados publicados pela ONG Transgender Europe em novembro de 2016.

Comente