GAY BLOG BR by SCRUFF

A partir da percepção de que, na podosfera (esfera relacionada aos podcasts), não havia um programa voltado para noticiar o dia-a-dia das pessoas LGBTQIA+, no último mês, o podcast “Kill, Bixa” (KB) lançou seu spin-off diário, o “Bom Dia, Bixa” (BDB), disponível em todas as plataformas digitais de áudio. Comandado por GG, o criador de conteúdo e podcaster apresenta notícias sobre a comunidade LGBTQIA+ no Brasil e no mundo, de segunda a sexta-feira, às 6h da manhã.

Capa podcast “Bom Dia, Bixa” (Imagem: Divulgação)

Em entrevista ao GAY BLOG BR, o podcaster falou sobre a criação do “Bom Dia, Bixa”: “[..] um dia, eu tava ouvindo o ‘Café da Manhã’, da Folha com o Spotify, e me deu um estalo: ‘a gente não tem um programa matutino de notícias LGBTQIA+’. Então, pensei que, talvez, ocupando esse espaço, eu poderia despertar a atenção das pessoas! E comunicar coisas que pudessem, de fato, fazer a diferença no dia delas”.

Após a ideia, em três dias, sozinho, GG colocou o primeiro programa no ar. “Como eu tenho um milhão de ideias, mas me falta braço (e saúde mental!) pra dar conta, não queria criar um programa novo do nada, mas aproveitar o caminho que já tinha pavimentado com o ‘Kill, Bixa’ (que estava em um hiato)”, revela GG. Desse modo, o podcaster criou o “Bom Dia, Bixa”, como mais um programa dentro do feed do “Kill, Bixa”, que agora deixa de ser semanal e passa a ser quinzenal.

(Foto: Arquivo Pessoal)

GG trabalha há mais de cinco anos com criação de conteúdo e, quando o programa começou a crescer, convocou dois amigos para ajudar na produção: Dan Pereira e Rod Gomes. Dan, que também é podcaster e já era ouvinte do KB, assina o roteiro. “A gente debate as pautas juntos, no grupo da operativa do ‘Kill, Bixa”, explica GG. Já Rod, podcaster no “Imensa” e Gerente de Comunicação na “Fio Podcasts”, é o editor do “Bom Dia, Bixa”. “Enquanto o Rod edita, eu tô trabalhando na descrição e na redação dos materiais de divulgação do episódio”, conta o apresentador.

Com o episódio concluído, GG programa para as 6h ir ao ar, ou pública online mesmo. “Depois, passo a manhã inteira nas redes sociais suando na divulgação do episódio. E na parte da tarde, já começamos os trabalhos novamente, pro episódio do dia seguinte! Sem eles (Dan e Rod), com certeza eu não teria conseguido chegar em quase um mês de programa diário”, pontua o criador de conteúdo.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Apesar de ser pensado para as pessoas LGBTQIA+ e aliadas da comunidade, todos são bem vindos no programa. “É sobre as nossas questões, sobre as nossas vivências. Mas todes que queiram aproveitar pra expandir sua compreensão sobre as nossas existências, e principalmente, sobre as nossas resistências, podem chegar! A gente acolhe geral!”, diz, GG.

Nas redes sociais, o podcaster brinca que seu “sonho é ter uma redação: ter equipe de rua, cobrir eventos, quem sabe fazer o ‘Bom Dia, Bixa’ caminhar para um canal”. No entanto, o apresentador do BDB pretende seguir ocupando espaço na comunicação, na podosfera, e alcançar cada vez mais pessoas da comunidade LGBTQIA+. “Acredito demais na informação como uma potente ferramenta de empoderamento”, finaliza ele.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)