GAY BLOG BR by SCRUFF

O Disque Cidadania LGBT atenderá demandas da população durante o Carnaval no Rio. Nos cinco dias de folia, a população poderá fazer denúncias de LGBTfobia e solicitar assistência psicológica, jurídica e social, além de tirar dúvidas. O canal, que funciona através do 0800 0234 567, irá operar das 14h às 20h, de sexta (9) até terça-feira (13).

O canal, que funciona através do 0800 0234 567, irá operar das 14h às 20h, de sexta (9) até terça-feira (13)
Disque Cidadania LGBT funcionará através do 0800 0234 567 durante todo o #Carnaval do Rio 

“Durante a maior festa do Rio, o funcionamento do Disque Cidadania LGBT é fundamental para atender a população que seja discriminada ou vítima de algum ataque LGBTfóbico. Dar assistência em momentos como esse é fundamental para garantir dignidade aos LGBTs fluminenses e os que visitam o estado nessa época”, ressalta o secretário Átila Nunes. Durante a festa, o programa da Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI) ainda realizará uma campanha de conscientização nas redes sociais contra a LGBTfobia no Carnaval.

Com o tema “Amor Livre #CarnavalSemPreconceitos”, o Rio Sem Homofobia levará a mensagem de que todos tem direitos de manifestar o seu amor na festa, sem espaço para preconceitos ou discriminações.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

3 COMENTÁRIOS

  1. […] A Mostra Corpos Visíveis aposta no potencial de jovens artistas, na criação colaborativa, no diálogo e na interlocução entre saberes e mídias. Além de promover a arte, a cultura e a ocupação artístico-cultural do espaço público, o intuito da mostra é despertar o olhar do público local, dos moradores do entorno e da população do Rio de Janeiro para a importância do respeito à diversidade e do combate à LGBTfobia. […]