GAY BLOG BR by SCRUFF

O espaço das mídias, sejam as tradicionais ou as emergentes, é sempre destaque no que tange a representatividade. A sexualidade é um tabu. Uma das maiores ferramentas de perpetuação do status quo é justamente o ambiente televisivo, que reproduz a padronização, sendo majoritariamente branco, de classe média e heterossexual. Por isso, a manifestação pública de pessoas que possuem outra orientação sexual ainda é notícia; e notícia comemorada.

Na última semana, o jornalista Rômulo D’Avila, em sua conta pessoal no Instagram, comentou sobre uma recente decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), que liberou oficialmente a doação de sangue por homossexuais nos postos de coleta do Brasil. Rômulo expôs que já havia doado outras vezes, mas que, desta vez, ninguém perguntou sobre a sua sexualidade.

“Pelas minhas contas, é a 12º vez que doo. E, pela primeira vez, ninguém perguntou sobre minha sexualidade! Ou seja, ninguém sabe que eu sou V-I-A-D-O, gay!”, disse Rômulo.

Reprodução

Natural de Santa Maria, Rio Grande do Sul, mas residente em São Paulo, onde é repórter da Rede Globo, Rômulo não é exatamente uma cara nova quando se trata de polêmicas e agressões envolvendo a sexualidade. O gaúcho foi, há pouco menos de um ano, alvo de homofobia nas redes sociais. O fato aconteceu após Rômulo haver sido escalado para cobrir as fortes chuvas que atingiam São Paulo. Durante a chamada ao vivo, Rômulo tentou ajudar um idoso que passava pela rua, em meio à madrugada, sem proteção contra a chuva e que estava com o carro inundado. Rômulo interrompeu a transmissão para tentar resolver o caso.

Mesmo o gaúcho já sendo abertamente homossexual, um internauta foi às redes sociais de Rômulo e escreveu que o repórter não consegue disfarçar a homossexualidade e dá “muita pinta”. Rômulo escreveu uma resposta nos comentários:

“Pessoa pobre de espírito. Dá pena. Ainda bem que homofobia é crime e eu já estou agilizando tudo. E vem aqui, no meu insta, me chamar de gay? Logo eu, viado de nascimento! Hahahaahaaha. Achou que ia descobrir a América. Meu amor…”.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Catarinense, 25 anos e professor de Literatura e Língua Inglesa. Homem gay, apaixonado por música e que respira futebol e cultura latino-americana.