GAY BLOG BR by SCRUFF

A noite de abertura da 24ª edição do Teleton, na última sexta-feira (22), foi marcada pela presença de diversos artistas. Entre eles, a cantora Pabllo Vittar fez um discurso de inclusão em sua primeira apresentação no programa realizado pelo SBT.

Pabllo Vittar durante o Teleton 2021 (Foto: Reprodução)

Ao lado de Eliana, Daniel, Sérgio Marone e a Pequena Lô, a drag queen disse: “Eu estou muito feliz de estar aqui. Ainda quero falar para o pessoal de casa: orgulhem-se de ser diferentes, levantem sua cabeça. Se tem uma coisa que os pacientes da AACD, as pessoas com deficiência, que lutam para ser quem são, sabe muito bem o que é e o que faz. O caminho é você. A vida é tão mais bonita quando a gente, mesmo com as nossas diferenças, caminhamos com a nossa diferença”.

Nas redes sociais, os fãs da drag fizeram diversos discursos admiração à artista. “Pabllo é incrível e tem um coração imenso”, disse um internauta.  “É tão importante essa representatividade”, disse outro fã. “É por isso que eu amo demais essa mulher”, declarou uma admiradora.

PablloVittar ao lado dos apresentadores do Teleton na primeira noite do programa (Foto: Reprodução)

Pabllo ainda cantou alguns dos seus sucessos no palco do programa como “Zap Zum” e “Bang Bang”. A drag também  destacou a importância do Teleton. “É muito bom a gente juntar a nossa voz em uma causa tão importante que é o Teleton. A vida é tão mais bonita quando a gente, que mesmo com as nossas diferenças, caminhamos juntos. Então doe. A AACD precisa de vocês”, disse a cantora.




Únete a nuestra comunidad de más de 15 millones de chicos

Encuentra exactamente los chicos que te gustan usando los filtros de búsqueda poderosos de SCRUFF. Hazte Embajador SCRUFF Venture para ayudar a los miembros que vienen de visita a tu ciudad. Busca una agenda actualizada de los mejores festivales, fiestas, orgullos y eventos gay. Aumenta tus posibilidades con SCRUFF Pro y desbloquea más de 30 funciones avanzadas. Baja la app SCRUFF aquí.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)

1 COMENTÁRIO