True Colors Cup volta a desafiar os preconceitos no mundo esportivo em 2020 e sua segunda edição chega para a luta ainda maior e mais diversa. No torneio, que acontecerá nos dias 1º e 2 de maio, mais de 750 atletas em 42 equipes – entre times LGBT+ de futebol masculino e vôlei masculino, além do futebol feminino, novidade deste ano – disputarão não apenas os prêmios aos campeões, mas também mostrarão mais uma vez que não há lugar para o preconceito no esporte.

true colors Os Bárbaros FC foram os campeões no futebol em 2019
Os Bárbaros FC foram os campeões no futebol em 2019 – Foto: divulgação

As inscrições já estão abertas para todo o Brasil e as equipes interessadas em participar farão o processo completamente online, via site oficial da competição: www.truecolorscup.lgbt. O pagamento pode ser realizado por meio de cartão de débito, crédito à vista ou parcelado, boleto bancário com vencimento em 30 dias e ainda rolam descontos para quem se inscrever em mais de uma categoria/modalidade. O regulamento do torneio e outras informações também estão disponíveis por lá.

“É maravilhoso ver que a luta contra o preconceito no esporte segue firme após a primeira edição e, mais importante ainda, que ela cresce e ganha força com a chegada da True Colors Cup 2020. Poder, desta vez, contar com pessoas realmente interessadas em abraçar a causa e levar essa mensagem adiante me deixa muito feliz”, comemora o advogado Filipe Marquezin que, ao lado dos amigos André VendramiAntonio Villela e Pedro Gariani, organiza o campeonato deste ano.

NOVIDADES

Após o sucesso da primeira edição que consagrou os paulistas Bárbaros FC na modalidade futebol masculino e Thunders Brazil no voleibol em 2019, o campeonato cresceu e, agora, juntará forças com as mulheres em um torneio especial de futebol feminino. Os homens heterossexuais e atletas federados continuam proibidos em campo e quadra, mas a novidade para este ano, é que a True Colors Cup receberá oito times de garotas. Elas jogarão em busca de uma vaga em um campeonato internacional a ser disputado no Rio de Janeiro em 2021 e da isenção do pagamento da inscrição da próxima True Colors Cup. E claro, também provarão que mulher entende muito do esporte bretão, sim!

“É nosso papel promover a cidadania plena, por meio da disseminação de conhecimento contra os preconceitos e pela busca da inclusão, respeito e representatividade das minorias sociais”, lembra o publicitário Antonio Villela. “E é por acreditarmos no poder de transformação do esporte e termos convicção de que não se pode permitir que a ignorância e a falta de informação vençam o respeito ao ser humano, que esse é um importante passo em prol de mais tolerância”, completa o também publicitário Pedro Gariani.

Para o futebol masculino, o número de vagas foi expandido de 16 para 18, dando mais oportunidade para as equipes que não conseguiram participar do evento em 2019 estarem na luta e em campo durante 2020. O time campeão também será agraciado com uma vaga no campeonato internacional e isenção no valor da inscrição da True Colors 2021. Há ainda outros prêmios que, por enquanto, são mantidos em segredo pela organização.

O paulista Vrau ficou entre os finalistas do torneio de vôlei
O paulista Vrau ficou entre os finalistas do torneio de vôlei – Foto: divulgação

O voleibol segue com 16 vagas e o time que segurar a taça da vitória também terá vaga garantida e grátis no torneio do ano que vem. Como de costume, serão também premiados o melhor oposto, os dois melhores centrais, o melhor líbero, os dois melhores ponteiros, o melhor levantador e o MVP – melhor atleta da competição. Todos os atletas também receberão medalhas do evento.

AÇÃO SOCIAL

O campeonato, que tem entre seus pilares o respeito à diversidade, a integração e acolhimento entre jogadores em um ambiente tolerante, livre de preconceitos e onde não haja espaço para a LGBTfobia e misoginia, estenderá novamente sua atuação buscando dar oportunidade e visibilidade a todos membros da comunidade LGBT+.

Por isso, repetirá a parceria com o Projeto de Reinserção Social Transcidadania, e a parte técnica da competição (sumulação de jogos, apoio aos árbitros e demais funções congêneres) será realizada com a ajuda de jovens transexuais que fazem parte do programa, que tem como proposta fortalecer as atividades de colocação profissional, reintegração social e resgate da cidadania para a população LGBT+.

“Esse é um pequeno passo que a True Colors vem dando em busca de se consolidar como um campeonato completamente inclusivo, que transforme vidas e de às pessoas oportunidades em diversas formas, seja em campo, quadra, social ou profissionalmente. Temos isso como missão e seguiremos tentando fazer mais e melhor a cada edição”, explica o jornalista André Vendrami.

Jovens transexuais do projeto Transcidadania em ação durante os jogos
Jovens transexuais do projeto Transcidadania em ação durante os jogos – Foto: divulgação

NOVA COMUNICAÇÃO VISUAL

Além da reestruturação na equipe, a True Colors Cup também apresenta uma nova comunicação visual para 2020. A marca da competição ganhou ares mais modernos, dando a ela uma cara mais esportiva e evidenciando mais e melhor a diversidade LGBT+ que o campeonato representa. O projeto também lançou um site oficial (www.truecolorscup.lgbt) que registrará essas futuras edições, além de conter um breve histórico da estreia do torneio em 2019. A proposta é deixar a True Colors Cup cada vez mais profissional e facilitar toda a interação com o público, patrocinadores, equipes participantes, mídia e quem mais se interessar pela ideia.

PINK MONEY

Empresas como Apple, Google, Doritos, Coca-Cola, Ben & Jerry’s, Burguer King, Netflix e algumas gigantes do mercado nacional como O Boticário, Skol e Avon são exemplos de apoiadores da causa LGBTI+. Em sua primeira edição, a True Colors Cup contou com o apoio do Governo Britânico, como parte da campanha Love is GREAT, da Gilead Sciences, da ECO Diagnóstica, do Museu do Futebol e das bebidas do bem™. A corrida para o evento em 2020 é grande para que novamente essas e outras marcas abracem o campeonato e a causa.

No Brasil, de acordo com um estudo realizado pela empresa norte-americana Out Leadership, o potencial de consumo do mercado LGBT+ é de quase R$ 420 bilhões. Isso é o equivalente a 10% da riqueza produzida por aqui, segundo dados de 2015. Passados cinco anos, esses números – que anteriormente já eram – estão subestimados, já que nenhum dos países analisados inclui em censo estatísticas bastante precisas e totais sobre a população LGBT+. Na Europa, por exemplo, o potencial de consumo é estimado em US$ 873 bilhões. Nos EUA, chega a US$ 760 bilhões.

Os cariocas do Alligaytors participaram com times de vôlei e futebol na True Colors Cup 2019
Os cariocas do Alligaytors participaram com times de vôlei e futebol na True Colors Cup 2019 – Foto: divulgação

SERVIÇO:

True Colors Cup – 2ª Edição
Quando: 1º e 2 de maio de 2020
Entrada Gratuita (opcional a doação de 1kg de alimento não perecível, exceto sal, ou produtos de higiene pessoal)
Inscrições: www.truecolorscup.lgbt
Valores: R$ 1.000 por equipe / Descontos para inscrição em mais de uma categoria/modalidade
Pagamento: Cartão de débito, crédito à vista ou parcelado, boleto bancário
Instagram: www.instagram.com/truecolorscup
Facebook: www.facebook.com/truecolorscup

Google Notícias