GAY BLOG BR by SCRUFF

O capitão da seleção inglesa, Harry Kane, puxou a fila dos representantes de oito seleções europeias que fizeram um acordo para disputar a Copa do Mundo com menção a uma campanha contra a homofobia no Catar. Além da Inglaterra, os capitães Alemanha, Bélgica, Dinamarca, França, Holanda, País de Gales e Suíça pretendem colocar um coração com as cores do arco-íris em suas braçadeiras.

De acordo com o Uol, apesar de a Federação Inglesa de Futebol (FA) já ter anunciado a medida de apoio ao movimento “OneLove”, na última quarta-feira (21), ainda não é possível considerá-la oficial. Além disso, o assunto já cria um impasse nos bastidores da Fifa.

Harry Kane com a braçadeira de movimento  “OneLove” (Foto: Reprodução/ Intagram)

A homossexualidade é considerada crime no Catar e, segundo uma lei em vigor em vários países com população predominantemente muçulmana, a prática prevê penas como apedrejamento e sete anos de prisão. No entanto, autoridades locais disseram que pessoas com quaisquer orientações sexuais serão bem-vindas para a Copa.

O gesto das seleções europeias tem o objetivo de pressionar o Catar e o Comitê Supremo, a aceitar as campanhas contra a discriminação ao longo da Copa. No entanto, segundo o Uol, as braçadeiras ainda não foram aprovadas pela Fifa, que tem regras rígidas sobre como as seleções devem se vestir no torneio.

Nesse sentido, uma saída seria a padronização, prevista em regulamento, para que todas as seleções usem a braçadeira com o coração anti-homofobia. No entanto, a Fifa já sabe que alguns países que disputarão a Copa rejeitam a ideia. Apesar luta contra a homofobia ser uma bandeira da Fifa, não há previsão para uma decisão final.

Manuel Neuer, goleiro e capitão da seleção alemã (Foto: Divulgação)



Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista gaúcho formado na Universidade Franciscana (UFN) e Especialista em Estudos de Gênero pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)