Como um homofóbico começou a melhor campanha anti-homofobia da internet

Em 29 de agosto de 2014, O Globo publicou esta curiosa história de um senhor homofóbico:

homofóbico

E não tardou para a zoeira começar:

Claro que o slogan foi rapidamente adotado.

BwNYIAwIQAA9tAY

BwNemYZIcAABcNV

enhanced-buzz-15638-1409342680-15

A repercussão se alastrou e moradores de outras cidades começaram a participar. Como Goiânia

BwNpCwnIYAIs4gR

Uma pequena adaptação do slogan para a cidade de Santos:

BwNrBgdIcAAHX9Z

E a caravana de Uberaba também apareceu:

BwNq_34IgAAKxLE

Belém adotou o lema original mesmo:

BwObyjSCEAAGAJo

Cidades menores, como Marituba, no Pará, também embarcaram.

BwOgjXnIQAAio2X

Manaus também adaptou o slogan:

BwOixZEIIAE3X0Q

São Paulo…

BwOpUCBIIAAq_-3

Curitiba…

BwOFjJGIgAE65Bi

… e Fortaleza, que tem tanta bicha que participou com duas imagens:

BwOmTtBIAAE4OhgBwOobTgIUAAvWtD

Homofobia (homo, pseudoprefixo de homossexual, fobia do grego φόβος “medo”, “aversão irreprimível”) é uma série de atitudes e sentimentos negativos em relação a pessoas homossexuais, bissexuais e, em alguns casos, contra transgêneros e pessoas intersexuais. As definições para o termo referem-se variavelmente a antipatia, desprezo, preconceito, aversão e medo irracional. A homofobia é observada como um comportamento crítico e hostil, assim como a discriminação e a violência com base na percepção de que todo tipo de orientação sexual não-heterossexual é negativa.

Entre as formas mais discutidas estão a homofobia institucionalizada (por exemplo, patrocinada por religiões ou pelo Estado), a lesbofobia (a homofobia como uma intersecção entre homofobia e sexismo contra as lésbicas), e a homofobia internalizada, uma forma de homofobia entre as pessoas que experimentam atração pelo mesmo sexo, independentemente de se identificarem como LGBT.

Em 1998, Coretta Scott King, autora, ativista e líder dos direitos civis, declarou em um discurso: “A homofobia é como o racismo, o anti-semitismo e outras formas de intolerância na medida em que procura desumanizar um grande grupo de pessoas, negar a sua humanidade, dignidade e personalidade.” Em 1991, a Anistia Internacional passou a considerar a discriminação contra homossexuais uma violação aos direitos humanos.

FONTE: http://www.buzzfeed.com/clarissapassos/como-um-homofobico-comecou-a-melhor-campanha-anti-homofobia#.paprKGVR8