GAY BLOG BR by SCRUFF

O deputado Professor Israel Batista (PV-DF) concedeu uma entrevista ao Correio Braziliense e expôs, pela primeira vez, que é gay, e que namora um funcionário do senado.

“Não preciso ser mulher para defender os direitos das mulheres. Não preciso ser preto para defender uma pauta antirracista. Não preciso sofrer perseguição para exigir tolerância, respeito”, disse o parlamentar ao jornal. “E não precisaria nem ser gay para defender os direitos humanos, a comunidade LGBTQIA+, no país que mais mata gays na América”. O parlamentar brasiliense também revelou que namora um funcionário do Senado.

Batista também comentou sobre a importância do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ter exposto sua homossexualidade no programa Conversa com o Bial.

“Ele é um governador. Eu tinha tido algumas reuniões antes e já era algo que não era segredo no círculo dele. Depois disso, pensei um pouco sobre o que a gente precisa ter em mente agora.”

Deputado Professor Israel Batista revela que é gay
Reprodução

Apesar disso, ele diz que orientação não deveria sem “nem uma questão”, mas que é, e por isso é importante falar abertamente sobre o assunto.

“A gente não deveria ter que falar sobre isso, mas viver isso. Mas esse momento exige fala, posicionamento, postura. Exige que a gente tenha coragem de enfrentar esse estado de coisa que está se formando no Brasil”, diz.

Batista também disse que as falas homofóbicas de Jair Bolsonaro que o motivaram a falar publicamente sobre o tema, fazendo uma comparação aos LGBTs que sofrem bullying na escola. “É como se o valentão da escola tivesse chegado ao poder”, resumiu.

O diretor presidente da Aliança Nacional LGBTI+, presidente da Associação Brasileira de Famílias Homotransafetivas, Toni Reis, comentou a postura do deputado.

“Com todas as ‘pedras’ que atirarem em você por este gesto, construa uma bela ‘fortaleza’ e/ou um ‘castelo’ para ser feliz com seu namorado. Seu gesto ajudará muito os direitos humanos e a educação, principalmente mostrar que nós gays estamos em todas as famílias, sejam elas cristãs ou não”, disse Toni. “Aceitar é de coração. Respeitar é uma obrigação. Direitos iguais, nem menos, nem mais.”

Com informações do Congresso em Foco

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO