Major do Exército é alvo de homofobia após publicar foto com o marido

Emerson Cordeiro conta que começou uma repercussão entre militares que "jamais imaginavam que um oficial de carreira pudesse assumir sua homossexualidade"

Major do Exército Brasileiro em Campo Grande (MS), Emerson Cordeiro virou alvo de comentários homofóbicos após publicar em seu Instagram uma foto abraçado com o marido. O post foi feito para comemorar os seis anos de relacionamento.

Alexandre Cordeiro (à esquerda) em foto com o major Emerson Cordeiro (à direita). Foto: reprodução/Instagram
Alexandre Cordeiro (à esquerda) em foto com o major Emerson Cordeiro (à direita). Foto: reprodução/Instagram

Em seu Facebook, Emerson relata que um “amigo” do Exército divulgou a imagem em um grupo do WhatsApp da corporação e, a partir daí, o major começou lidar com comentários homofóbicos de colegas que “jamais imaginavam que um oficial de carreira do Exército pudesse assumir sua homossexualidade”.

Membro do 9º Batalhão de Comunicações e Guerra Eletrônica, o major também criticou a perseguição anônima que vem sofrendo: “Nem parece que passamos pela mesma honrosa Academia Militar das Agulhas Negras, onde esconder-se no anonimato era um dos atos mais vergonhosos”. Ele também agradece aos que estão compartilhando a imagem, “por mostrarem as outras pessoas o seu desejo reprimido, sua inveja magoada por minha felicidade e toda a sua pobreza de espírito”.

Cordeiro diz estar “pagando o preço de ser livre”. “As portas da liberdade foram abertas e é lógico que os primeiros que ousarem atravessar essa trincheira sentirão as sequelas das línguas afiadas, dos olhos que fuzilam o diferente, do medo de não poder mais ser igual. Muitos já passaram por isso, sofrendo calados esse tipo de perseguição, pois devido a seu momento na carreira, aspirações e estabilidade não podiam se manifestar.”

Com informações de Extra e Huffpost

Comente