GAY BLOG BR by SCRUFF

A pandemia, dia após dia, leva embora mães, pais, filhos, avós, irmãos, tios, tias, amigos e companheiros. Porém, muito mais que números, essas perdas representam vidas que acabaram, deixando um enorme vazio em todos aqueles que os tinham sempre por perto. E foi pensando em dar voz e em humanizar, transformando alguns desses números em nomes, que o jornalista Chico Felitti criou o podcast “Muitas Vidas”, disponível com exclusividade no aplicativo da Orelo.

Os episódios contam as histórias extraordinárias de pessoas comuns que morreram nos últimos meses, narradas por seus parentes, amigos e por registros de áudio feitos durante a vida, transformando cada uma delas em memórias inspiradoras.

“O meu objetivo com esse podcast foi transformar as histórias de pessoas que tiveram suas vidas interrompidas nesse trágico momento pelo qual passamos, em memórias emocionantes e inspiradoras”, comenta Felitti.

Chico Felitti conta histórias de vida de vítimas da covid-19 em podcast
Miss Biá – Reprodução

Atualmente, doze histórias já estão disponíveis para serem ouvidas, incluindo a de Eduardo Albarella, mais conhecido como Miss Biá, uma das drags queen pioneiras no Brasil com mais de 60 anos de carreira. Além dessa também já estão contadas as histórias de Gercina Pereira Dias, Cleber Xereguim, Marcelo Bittencourt, Dona Rosa, Frei Bruno, Audifax Seabra, Caio Michel, João Cascudo, Edvânia Marinho, Antônia Gomes e Ednalva Magalhães Menezes.

Os episódios são semanais e estão disponíveis na Orelo, aplicativo de podcasts e conteúdos em áudio que pode ser baixado na Apple Store e Google Play.




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.