GAY BLOG BR by SCRUFF

A mãe do Cazuza, Lucinha Araújo, revelou em entrevista à Quem que gostaria que o Ney Matogrosso cantasse e musicalizasse as 26 letras inéditas deixadas pelo cantor morto em 1990. As informações são do Splash.

“Tenho vontade de entregar para quem foi parceiro dele ou quem quiser e eu deixar musicar. Meu número 1 é Ney Matogrosso, mas Ney é um bicho do mato e se disser ‘não’ eu vou mandar ele para todos os lugares, que a gente tem intimidade para isso. Mas ele sempre termina seu show cantando poemas de Cazuza, com a plateia inteira junto. Adoro Ney, acho ele uma pessoa ímpar”, declarou ela.

“Ele (Cazuza) merece qualquer homenagem porque foi um grande nome que o Brasil não vai esquecer. O que é bom dura muito e o talento dele vai durar muitos anos apesar dele fisicamente não estar aqui”, afirma.

Fundadora da ONG que levava o nome de seu filho, Lucinha também comenta sobre a mudança que a sociedade brasileira teve em relação ao HIV, comemorando a melhora na qualidade do tratamento, mas alerta para o preconceito.

Mãe de Cazuza deseja que Ney Matogrosso cante as faixas inéditas deixadas por seu filho
Reprodução

“No preconceito não evoluímos, mas no tratamento sim, tanto que hoje em dia morre-se muito menos de Aids”, defendeu ela.

A Sociedade Viva Cazuza foi encerrada em 2020, pois hoje em dia a quantidade de crianças que nascem com HIV é muito pequena. Atualmente, ela só ajuda os adultos, de modo individual.

Ao ser perguntada sobre uma mensagem para a mãe de Marília Mendonça, Dona Ruth, Lucinha disse que “não existe dor maior”.

“Não tem recado, porque é uma dor que não existe maior. Não existe dor pior que perder um filho. Cazuza deixou como filho as músicas, e ela (Ruth) vai criar o neto, que Marília deixou, assim como as canções lindas que ela compôs. Deus dá forças, ou eu não estava viva”, concluiu.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"