Marvel terá filme com personagem transexual ‘muito em breve’

O presidente da Marvel conta que o primeiro personagem transexual deverá aparecer em um filme. Especula-se que seja no filme Thor

Durante o evento New York Film Academy, o presidente da Marvel Studios, Kevin Fiege disse que “muito em breve” o primeiro personagem transexual deverá aparecer em um longa metragem.

“Vai acontecer muito em breve, em um filme que está sendo gravado agora” – contou.

Segundo o UOL, os fãs da Marvel estão especulando que a personagem trans será apresentada no novo filme do Thor, reforçando os rumores que surgiram no ano passado de que o filme “Thor: Love and Thunder” teria uma personagem transgênero.

A Marvel apresentará a primeira heroína transexual sendo interpretada por um transgênero (Foto: Reprodução)
A Marvel apresentará a primeira heroína transexual sendo interpretada por um transgênero (Foto: Reprodução)

Quanto ao primeiro personagem gay, virá em “Os Eternos“, que chega aos cinemas no final de 2020. Vale lembrar que em agosto de 2019 foi noticiado que a Marvel Studios estava procurando uma atriz transexual para interpretar uma primeira heroína trans.

HISTÓRIA DE PERSONAGENS TRANS NA MÍDIA

Cláudia Raia interpretou Ramona em "As Filhas da Mãe", sendo a primeira personagem transexual de uma telenovela da Rede Globo. Foto: Reprodução
Cláudia Raia interpretou Ramona em “As Filhas da Mãe”, sendo a primeira personagem transexual de uma telenovela da Rede Globo. Foto: Reprodução

Apesar de relativamente raros, há personagens transexuais no mundo do entretenimento e estes estão se tornando cada vez mais comuns.

A primeira aparição de um personagem transsexual que se tem conhecimento foi em uma produção de TV norte-americana “All the Glitters“, de 1977. Neste caso, era uma sátira onde os papéis de gênero eram invertidos, sendo uma das primeiras críticas sociais ao que cada gênero “faz na sociedade”.

Nesta série os homens é que eram objetificados, cuidavam da casa e faziam as tarefas “de mulher”, enquanto as mulheres trabalhavam fora. Nesse contexto, há uma personagem chamada Linda Murkland, que é uma mulher transexual. A atriz em si se chama Linda Grey, e é uma mulher cisgênera, mas este é considerado o primeiro passo para dar visibilidade as pessoas trans.

Já aqui no Brasil, a primeira novela que tratou do tema transexualidade foi “As Filhas da Mãe“, a novela das sete exibida entre os anos de 2001 e 2002 na TV Globo. Neste, Cláudia Raia interpretava a Ramona, que nasceu “Ramon” e se descobriu transgênero, se mudando para Paris onde fez a cirurgia de redesignação sexual.

De volta ao Brasil, ela se apaixona por Leonardo, interpretado por Alexandre Borges, sendo este um homem extremamente machista, que também se apaixona por Ramona.