GAY BLOG BR by SCRUFF

O jornalista, artista e ativista LGBTQIA+ Alexandre Böer (57) morreu na manhã desta segunda-feira, 21 de junho, em Porto Alegre. Segundo a ONG Somos, da qual ele é um dos fundadores, o falecimento foi por “causas naturais”. As informações são do G1 e Correio do Povo.

“Se orgulhava de dizer que a ONG Somos, que em 2021 completa 20 anos, começou na sala da casa dele”, diz o post da ONG Somos no Instagram, “E a partir daí, construiu com outros amigos e ativistas um trabalho que foi referência para uma geração inteira de ativistas. Foi nosso representante e diretor em importantes organizações, como a Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) e a Associação Internacional de LGBTI+ (ILGA), chegando a acompanhar diretamente as articulações do movimento na ONU.”

Böer atuou na coordenação de políticas públicas para LGBTI+ no Brasil e foi o primeiro diretor de uma pasta voltada ao tema na Prefeitura de Porto Alegre. Além disso, foi um dos idealizadores do programa Brasil Sem Homofobia, lançado em 2004.

Considerado um dos mais importantes ativistas da causa LGBTQIA+ no Brasil, também militou no movimento de Luta contra o HIV, participando do Grupo de Apoio à Prevenção da AIDS no Rio Grande do Sul (GAPA/RS).

Como jornalista, Alexandre Böer escreveu livros, dirigiu produções audiovisuais e se dedicava à divulgação artística. Atuou em “Rômulo, o Grande” (1998), dirigida por Arine Ibias e protagonizada por Isabel Ibias; com quem trabalhou também em “A Visita da Velha Senhora”, ao lado de Hélio Barcellos Jr em 1990. Também produziu “mulheres do Pau Brasil”, de Zé Adão Barbosa, com Éverton Barreto, Glória Cristal e Lauro Ramalho.

O crítico e pesquisador teatral Francisco Wasileski, com quem Alexandre dividiu o júrio do Prêmio Açorianos de Teatro 2004, diz que ele “era uma pessoa muito querida e corajosa, que abriu o caminho da militância gay, se expondo em debates e programas de TV numa época em que a militância era velada, em 1996”. Já o artista visual Sandro Ka, postou nas redes sociais: “Um cara inteligente, sensível e interessante, super importante para a construção do movimento LGBTQI+ e de Luta contra a Aids, nos deixou hoje. Que sua caminhada nos inspire, que nunca deixe de nos movimentar. Descanse em paz”.

Morre ativista LGBTQIA+ Alexandre Böer
Reprodução

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF possui mais de 15 milhões de usuários no mundo todo. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os LGBTs que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. Baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"