GAY BLOG BR by SCRUFF

O padre Francesco Spagnesi (40), foi preso na última quarta-feira, dia 22 de setembro, acusado de traficar drogas em festas sexuais gays na cidade de Prato, na Itália. Além de desviar dinheiro dos fiéis, novas informações apontam que ele tinha relações sexuais desprotegidas nas orgias, mesmo sabendo ser soropositivo. As informações são de O Globo.

Spagnesi também tem um namorado, preso também, segundo a agência ANSA. Os dois estão em prisão domiciliar e a suspeita do Ministério Público italiano é que o padre tenha desviado cerca de 200 mil euros (cerca de R$1 milhão e 250 mil). Desde abril, o pároco está impedido de acessar a conta da paróquia.

“Não me reconheço mais, o turbilhão da cocaína me engoliu”, disse o padre aos prantos diante de seus advogados. “A droga me fez trair as pessoas da paróquia, me fez contar mentiras, me fez agir de modo que me envergonho. Agora sou HIV positivo e peço perdão a todos”, acrescentou, segundo o Corriere Della Sera.

Padre detido por desviar dinheiro da igreja também fazia sexo sem proteção para transmitir HIV
Reprodução

Spagnesi admitiu que falava aos fiéis que as doações seriam usadas para trabalhos de caridade. No entanto, o padre usava o dinheiro para comprar cocaína e GHB, conhecida como droga do estupro.

“Devolverei o dinheiro que roubei à cúria e a caridade dos meus paroquianos para comprar drogas. Eles serão reembolsados. Vou vender tudo o que me pertence, até a casa da montanha”, afirmou o padre.

Spagnesi disse em depoimento que as relações sexuais eram protegidas, mas os investigadores apontam que pelo menos 15 testemunhas contradizem o padre. Cada um deles está realizando exames para verificar se contraíram o vírus. O namorado do pároco já realizou o teste e, segundo o Corriere Della Sera, o resultado deu negativo.

As investigações da polícia italiana se iniciaram quando descobriram que seu colega de apartamento importou um litro da droga GHB da Holanda, além de que os dois homens usaram sites de namoro online para convidar pessoas para festas onde as drogas eram compartilhadas e vendidas. Na operação de busca e apreensão no apartamento de Spagnesi, a polícia também encontrou garrafas que teriam sido adaptadas pra fumar crack.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"