GAY BLOG BR by SCRUFF

Em Curitiba, dois casos envolvendo assassinato de pessoas gays têm chamado a atenção devido às circunstâncias e coincidências. No dia 30 de abril, o enfermeiro David Levisio, de 30 anos, foi encontrado morto em sua casa, na Vila Lindoia, com sinais de asfixia. Em 05 de maio, o estudante de medicina Marcos Vinício Bozzana da Fonseca, 25, também foi encontrado morto com sinais de asfixia em seu apartamento, localizado no bairro Portão.

A hipótese de que os dois tenham sido vítimas do mesmo assassino foi levantada por algumas similaridades de perfil entre as vítimas: os dois jovens, que eram da área da saúde, moravam sozinhos, em endereços que são relativamente perto e seriam usuários de aplicativo de relacionamento Grindr.

As duas mortes estão sendo investigadas pela DHPP (Delegacia de Homicídios e de Proteção à Pessoa) de Curitiba. Imagens das câmeras de ambos os prédios já foram solicitadas e, para não atrapalhar a investigação, a polícia manterá em sigilo novas informações.

Assista à reportagem da Rede Massa, filial do SBT:

Também foi realizada uma reportagem pelo Balanço Geral de Curitiba, filial da Record:

DOIS OUTROS CASOS EM REGIÕES PRÓXIMAS

Em 16 de abril, na cidade de Abelardo Luz (SC), cerca de 400 quilômetros de Curitiba, foi encontrado morto outra pessoa gay, o professor universitário Robson Paim, de 36 anos, em um dos quartos da casa na qual morava e teve o carro roubado pelo autor do crime. O caso foi investigado como latrocínio e o veículo foi encontrado na cidade de Almirante Tamandaré, a 15 quilômetros de Curitiba, dias depois.

No dia 1º de maio, o corpo do ativista LGBTQIA+ Lindolfo Kosmalski, 25, foi encontrado carbonizado em seu carro, na rodovia PR-151, São João do Triunfo, no Paraná. O MST (Movimento Sem Terra), do qual fazia parte, diz que o assassinato foi motivado por homofobia: “Indícios apontam que foi um crime de ódio, provocados pela homofobia, pois os assassinos além de dispararem dois tiros contra o jovem LGBT, também carbonizaram seu corpo”.

 




Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

1 COMENTÁRIO