GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Um casal de homens estrangeiros foi pego pela polícia de Tulum, no México, por estarem dando um beijo na praia. O incidente foi filmado pela TikToker Martiza Escalante, que estava no local no mesmo momento.

“Os policiais chegaram perto de jovens estrangeiros” – disse ela no vídeo postado – “Depois de vinte minutos, um carro da patrulha chegou e algemou eles”.

@maaaritzaLA POLICÍA EN QUINTANA ROO ES HOMOFÓBICA #xyzbca #fyp #lgbt🏳️‍🌈 #🏳️‍🌈 #quintanaroo♬ sonido original – Maritza Escalante

No vídeo acima os banhistas não concordavam com a decisão dos policiais e gritavam “Eles não estão cometendo nenhum crime”, acusando os policiais de homofóbicos.

A organização internacional dos direitos LGBT Out Right se posicionou sobre o assunto:

“O México fez muitos progressos nas questões LGBTIQ; porém, ainda há barreiras para conseguirmos a igualdade LGBTIQ (…) A Igreja Católica tem um impacto significativo nas normas sociais e culturais em torno de gênero e sexualidade, e muitos grupos católicos anti-LGBTIQ se opõem a legislação e se esforçando para não haver igualdade para pessoas LGBTIQ. Apesar desses desafios, os mexicanos LGBTIQ estão experimentando uma aceitação e visibilidade cada vez maior, em especial nos centros urbanos e pelas gerações mais novas”.

Com informações do Queerty

Casal de homens gays é algemado pela polícia na praia de Tulum, no México
Reprodução

Estado do México criminaliza “cura gay” e impõe pena de até três anos de prisão

Em 20 de outubro, os deputados do Estado do México, o mais populoso daquele país, modificaram o código penal e proibiram a terapia de conversão sexual, popularmente conhecida como cura gay. A informação vem do canal CCN.

Aqueles que infringirem a lei no Estado do México podem pegar até três anos de prisão, 25 a 100 dias de trabalho comunitário, além de pagarem uma multa. A pena é ainda mais rigorosa para quem tem algum tipo de vínculo afetivo com o acusado, como membro da família, aumentando-a em até 50%. Obrigar menores de idade à prática também será considerado um agravante. A aprovação da lei foi feita em uma sessão virtual e teve apoio de diferentes partidos.

Pelo projeto de lei da deputada Beatriz García, a proibição da “terapia de conversão sexual” inclui medidas psicológicas, psiquiatras ou tratamentos diversos que têm como intuito nulificar, dificultar ou debilitar a expressão da orientação sexual ou identidade de gênero de alguém.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".