GAY BLOG BR by SCRUFF

Em Salvador, mulheres trans, travestis e não binários poderão realizar suas consultas para fazerem o exame de próstata através do Sistema Único de Saúde (SUS). A iniciativa faz parte da campanha “Novembro Azul” e as informações vieram do G1.

Na capital baiana, os Multicentros Carlos Gomes e Vale das Pedrinhas – unidades geridas pelo Instituto Saúde e Cidadania (ISAC) – estão comportas com equipes multidisciplinares completas para o atendimento integral da saúde do homem, inclusive, com médicos urologistas.

Informações apuradas pela Secretaria Municipal de Saúde apontam que cerca de cinco mil mulheres trans vivem na capital baiana, e elas também precisam se prevenir.

“O preconceito, a vergonha e o medo de ir até uma unidade de saúde também afetam a vida das mulheres trans, dos travestis e das pessoas não binárias. Por isso, é importante sensibilizar e incentivar esse público para a prática do auto-cuidado. Mesmo aquelas mulheres transgênero que já fizeram a cirurgia de adequação de gênero também devem seguir um plano de acompanhamento periódico para o exame da próstata”, explica Paula Souza, coordenadora de Assistência do Multicentro Carlos Gomes.

SUS de Salvador encoraja trans e não binários para exame de próstata gratuitamente
Reprodução

O Ministério da Saúde recomenda que a partir dos 50 anos de idade é necessário fazer anualmente o exame de toque retal para detectar qualquer alteração na próstata. Aqueles que possuem histórico familiar da doença devem fazê-lo a partir dos 45 anos.

“O diagnóstico precoce aumenta em até 90% as chances de cura do paciente com câncer de próstata. Por isso, é necessário quebrar todo tipo de tabu e ter a consciência que o cuidado com a nossa saúde deve sempre ficar em primeiro lugar”, destaca Paula Souza.

O beneficiário SUS da capital baiana deve realizar o agendamento das consultas ou exames através de uma das 153 unidades básicas da rede municipal.

Vale lembrar que o Novembro Azul é, originalmente, o mês da conscientização sobre a saúde do homem cisgênero, em especial o câncer de próstata, sendo o mais frequente depois do câncer de pele.

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia"

1 COMENTÁRIO