GAY BLOG BR by SCRUFF

This article is also available in: English Español

Donald Trump poderia ter sido reeleito se não fosse pelos eleitores LGBTQ, mostra uma nova análise do site americano LGBTQ Nation.

Se as pessoas LGBTQ tivessem decidido ficar em casa em vez de votar na eleição deste ano, Trump teria ganho 289 votos dos delegados e Joe Biden teria perdido com 249 votos.

Embora a população LGBTQ seja muito menor do que a população cisgênero e heterossexual, as pessoas LGBTQ se dividiram por Biden em uma taxa muito maior do que a população em geral. De acordo com uma nova pesquisa com eleitores LGBTQ, 81% votaram em Biden enquanto 14% votaram em Trump.

Reprodução

Aplicando os resultados da pesquisa aos estados em que Joe Biden está projetado para ganhar e usando os totais de votos da Associated Press, o LGBTQ Nation descobriu que quatro dos estados que Biden ganhou – Arizona, Geórgia, Pensilvânia e Wisconsin – teriam escolhido Trump na ausência de eleitores LGBTQ.

Esses estados representam um total de 57 votos eleitorais, dando a Trump mais do que os 270 votos eleitorais necessários para vencer a eleição.

A análise assume que 5% da população votante se identificou como LGBTQ, o mesmo número que as pesquisas de saída da CNN em 2016 encontraram. Este número é inferior aos 7% encontrados nas primeiras pesquisas de opinião do New York Times em 2020, mas os resultados das pesquisas de saída da CNN estão mais em linha com outras pesquisas sobre eleitores LGBTQ.

Se o número de 7% do New York Times for mais preciso, isso apenas desviaria os quatro estados acima ainda mais em direção a Trump na ausência de eleitores LGBTQ e quase derrubaria Nevada em seu favor também.

Além disso, a análise assume que as pessoas LGBTQ em cada estado votaram basicamente da mesma maneira, principalmente porque as boas pesquisas estaduais sobre eleitores LGBTQ durante as eleições de 2020 ainda não existem e podem nunca existir. Mas isso só afetaria o resultado final se qualquer um dos quatro estados acima tivesse uma população muito maior de republicanos LGBTQ do que a média nacional.

This article is also available in: English Español

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.