GAY BLOG BR by SCRUFF

Este artigo também está disponível em: English Español

Mapeamento da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA), atualizado nesta quarta-feira, mostra que 275 trans e travestis estão na disputa eleitoral deste ano, em todo o País. O número é 209% maior que o de 2016, quando 89 candidataram-se e 8 foram eleitos.

Do total de candidaturas, 250 são de travestis e mulheres trans, 15 de homens trans e dez candidatos têm outras identidades trans.

A maioria disputa vagas para o legislativo – apenas 3 registraram candidaturas para cargos de prefeito ou vice. A psicanalista Letícia Lanz, por exemplo, concorre à prefeitura de Curitiba (PR) pelo PSOL.

A região Sudeste tem a maioria das candidaturas (116), sendo 63 só no estado de São Paulo. O Nordeste conta com 77 candidatos, seguido do Sul (30), Centro-Oeste (26) e Norte (26).

Letícia Lanz em debate na TV: trans concorre pelo PSOL em Curitiba / Foto: Tribuna do Paraná

O crescimento de candidaturas é fruto da organização e luta dos movimentos sociais, segundo relatório da ANTRA. No entanto, a associação ressalta que a disputa “ainda é um caminho complicado, pois a maioria das candidaturas estão postas pela primeira vez, e sabemos que a política prima sempre por quem tem experiências. Isso não quer dizer que a população trans esteja em desvantagem, não estão”.

NOME SOCIAL

Este é o primeiro ano que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) permite o registro do nome social na urna, o que foi solicitado por 167 pessoas.

A ANTRA identificou nessa lista o uso do nome social por sete pessoas cisgêneras – o uso é exclusivo de pessoas trans.

“É importante o TSE estabelecer regras mais rígidas e que o nome social cumpra seu papel junto às pessoas trans e somente a essas”, exige a organização.

PARTIDOS

Embora partidos de esquerda abriguem a maior parte dos candidatos trans e travestis, eles não são hegemônicos. A direita e o centro detêm 49% das candidaturas (134), ante 51% da esquerda (141).

O PT lidera no número de candidatos (43), seguido de PSOL (27), e PDT (22), entre outros. À direita, há maior distribuição de candidaturas: 15 estão no MDB, por exemplo.

VEJA TAMBÉM: Lista de candidatos LGBTQIA+ nas eleições 2020



Este artigo também está disponível em: English Español

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.

Jornalista pela Universidade Federal de MS, foi repórter de economia e hoje, além de colaborar para o Gay Blog Br, é servidor público em Joinville (SC). Escreveu ''A Supremacia do Abandono'', livro disponível em amazon.com.br.