O Big Brother Portugal 2020 estreou na emissora TVI no domingo, dia 26 de abril, com a construção de um núcleo de conflito entre gays e homofóbico. Perante tal situação, o radialista Bruno Nogueira criticou com ironia a decisão da emissora ao fazer entretenimento com homofobia:

“Desta vez a [emissora] TVI quis ir mais longe e avisou que vinha lá circo, porque vai fechar na mesma casa um homofóbico e dois gays. Que bonito! Eu julgava que a homofobia era proibida… É pena não terem posto três skinheads e dois negros”, comentou.

big brother portugal
Pedro Alves diz que é mulherengo e homofóbico – Divulgação

O homofóbico é Pedro Alves, tem 25 anos, é de Penafiel e trabalha na área do imobiliário. Terminou uma relação há pouco tempo e só depois disso equacionou candidatar-se ao programa. A Cláudio Ramos diz que é “um pouquinho homofóbico”, mas como um dos amigos de sua ex-namorada era gay, Pedro “aprendeu a lidar com os homossexuais”.

Nas redes sociais, celebridades de Portugal já manifestaram repúdio ao participante com o  movimento “#ForaPedroAlves”.

Já o brother Edmar Teixeira, de 27 anos, é um dos gays favoritos ao prêmio. Excêntrico, muito comunicativo e com um desejo enorme de se tornar numa estrela, tem um namorado e diz que é fã da Kim Kardashian. Filho de portugueses, nasceu e mora em Londres.

Filho de emigrantes portugueses de Mirandela, nasceu e vive em Londres.
Edmar tem namorado e é londrino – Divulgação

O outro gay é Diogo, de 34 anos, que aparentemente vem de uma família desestruturada e desde muito cedo percebeu que queria seguir uma carreira artística. Aos 16 anos, já fazia trabalhos como transformista, drag queen, mas sem os pais saberem.

Diogo começou a performar desde os 16 anos – Divulgação

O ganhador do programa ganhará 50.000€, o equivalente a R$ 300.641.

Marcela diz que Daniel tem neca odara | BBB 20

Google Notícias