Uma ampla programação está à disposição da população trans, em diferentes regiões da cidade de São Paulo. São as atividades alusivas ao Dia da Visibilidade Trans, que é celebrado em 29 de janeiro – e incluído desde o ano passado no Calendário de Eventos da Cidade de São Paulo pelo Decreto 58.227 (que também institucionalizou o programa Transcidadania). A iniciativa faz parte do trabalho da Coordenação de Políticas para LGBTI, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC), visando consolidar a data, além de dar voz e visibilidade à população trans.

GAY BLOG BR by SCRUFF
Bandeira do orgulho trans
Bandeira do orgulho trans

A SMDHC, por meio da Coordenação de Políticas para LGBTI, também realizará atividades voltadas para a Visibilidade Trans nos Centros de Cidadania LGBTI. A pasta ainda apoia iniciativas que ampliam a programação até dia 2 de fevereiro e que fazem parte de iniciativas do movimento social de pessoas trans e travestis, como o SP Transvisão – realizado pela SP Escola de Teatro, em parceria com a Associação dos Artistas Amigos da Praça (Adaap), Amapô e CAIS. Neste ano, a SP Transvisão traz o tema “Resistir para existir, nossas vidas importam”, com discussões sobre políticas de igualdade tanto nas esferas sociais como jurídicas, voltadas ao empoderamento e visibilidade trans. As atividades culturais, realizadas também em outros espaços da cidade, contam com debates, exibições de filmes, palestras, shows e ações sociais, tudo com entrada franca.

Para Bruna Svetlic, coordenadora de Políticas para LGBTI, as ações voltadas para a sigla T são essenciais no âmbito das políticas públicas o tempo todo, não só no Mês da Visibilidade Trans – principalmente pelo fato desta população ser sempre marginalizada nos processos de cidadania e também destituída de oportunidades (muitas vezes à disposição apenas de pessoas cisgêneras). “Trabalharmos para modificar esta realidade, ainda que a pequenos passos, é um de nossos objetivos”, afirma Svetlic.

Veja a programação completa por região:

– REGIÃO CENTRAL
29/01 – Apresentações no Coreto
Local: Coreto da Praça da República
Horário: 15h
Apresentação: Brunna Valin, Maite Schneider e Millena Wanzeller
Presenças confirmadas:
Defensoria Pública – Atendimento e orientação
CRT (Centro de Referência e Treinamento)– Divulgação de material e orientação
Unidade Móvel de Cidadania LGBTI Central

30/01 – Trans Café
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Luiz Carlos Ruas
Rua Visconde de Ouro Preto nº 118 – Consolação
Horário: 14h às 16h
Atividade cultural com show de pessoas trans

01/02 – Apresentações artísticas
Local: SP Escola de Teatro
Praça Roosevelt, 210, Consolação
Horário: 18h
Lançamentos de exposição e do Concurso “Trans-critos, relatos de vidas”, além de seis shows de artistas trans e a entrega do prêmio Claudia Wonder, destinado a pessoas e entidades cuja atuação está ligada à visibilidade das causas de travestis e transexuais.

02/02 – 4ª Caminhada Pela Paz
Local: Rua Líbero Badaró, 39, Sé
Horário: 13h
Caminhada idealizada pela ONG CAIS, tem como tema “Travestis e transexuais: Nossas vidas importam”, com o objetivo de levantar a discussão sobre enfrentamento às discriminações sofridas pela população de travestis, homens e mulheres trans.

02/02 – 1º FESTRANS – Festival de Arte e Cultura de Travestis e Transexuais de São Paulo
Local: Largo do Arouche
Horário: 16h30

– REGIÃO NORTE
28/01 – Exibição do filme “Orações para Bob”
Local: Centro de Acolhida Zaki Narchi
Rua Zaki Narchi, 600, Carandiru
Horário: 15h
Exibição de filme seguida de roda de conversa mediada por Brenda Oliver e Rubi Delafuente, com participação de Elisabete Arabage e Flávia Borges da Defensoria Pública do estado de São Paulo e às 17h30, shows produzidos pelas próprias acolhidas do centro.

30/01 – Jantar Trans e roda de conversa “Interseccionalidades e Sororidade”
Local: Casa Florescer
Rua Prates, 1101, Bom Retiro
Horário: 18h
Roda de conversa mediada por Nicole Mahier e Jacque Chanel, seguida do Jantar Trans, organizado pelo Projeto ONG Séforas, finalizando com apresentações das acolhidas da Casa.

– REGIÃO LESTE
28/01 – Empoderamento Trans
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Laura Vermont
Av. Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Horário: 13h30 às 16h30
O encontro reúne série de palestras sobre Empregabilidade com Janaina Lima (Graduada em Pedagogia e assessora na Coordenação Municipal de Políticas para LGBTI), Saúde Emocional e Mental com Ailton Gomes (Psicólogo, psicoterapeuta e pós-graduando em Gestalt-terapia. Idealizador e criador da Tons Psicologia LGBT+), Saúde – PREP e IMPREP com Zé Renato (Graduado em Odontologia e agente de prevenção no SAE Fidelis Ribeiro), Vivência no ambiente escolar com Igor Diniz (Graduado em Ciências Biológicas e pós-graduado em Sexologia Humana. Consultor em saúde e educação sexual) e Direito para pessoas trans e travestis com Rafael Calumby (Graduado em Direito e assessor jurídico no Centro de Cidadania LGBTI Laura Vermont).

29/01 – Oficina de DJ
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Laura Vermont
Av. Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Horário: 13h às 17h

30/01 – Oficina de MC
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Laura Vermont
Av. Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Horário: 13h às 17h

Dia 31/01 – Chá das Divas
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Laura Vermont
Av. Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Horário: 14h às 16h
Encontro voltado para confraternização das beneficiárias e beneficiários do Transcidadania.

31/01 – Apresentação do projeto do livro-reportagem “Transmasculinidades”
Local: Centro de Cidadania LGBTI – Laura Vermont
Av. Nordestina, 496 – São Miguel Paulista
Horário: 16h às 18h
Apresentação do trabalho de autoria do jornalista Luiz Fernando Prado Uchoa com participação de Yasmin Pestana e Rafael Faber da Defensoria pública do Estado de São Paulo, falando sobre direitos em geral.

– REGIÃO SUL

29/01 – Força T
Local: Praça da Ponte de Ferro (Parque do Ibirapuera)
Horário: das 10h às 15h
O evento Força T contará com a presença das beneficiarias do Programa Transcidadania, que farão intervenções artísticas e culturais, rodas de conversa e sarau poético.

Mulheres trans colombianas encontram refúgio colhendo café

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF está disponibilizando gratuitamente a assinatura PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.

3 COMENTÁRIOS