GAY BLOG BR by SCRUFF

A ativista transexual Indianara Siqueira relata ter sido violentamente agredida por um homem conhecido pelos moradores da Lapa como “Pitbull”, na madrugada de sábado, 7 de agosto. A militante é a fundadora da Casa Nem – espaço que abriga LGBTQIA+ em situação de rua e vulnerabilidade social – foi socorrida por amigos e levada inconsciente para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro do Rio. Ela sofreu fraturas e cortes no rosto e corpo. A vítima registrará a ocorrência na 5ª DP, nesta quarta-feira, 18 de agosto, às 11h.

“Somente agora tenho condições físicas e psicológicas de denunciar”, conta Indianara. “Eu fui defender uma das nossas acolhidas, a Dani, que estava sofrendo assédio. O agressor me atacou com dois socos no lado direito do rosto, desmaiei e bati com a cabeça no chão. Ainda me roubaram dois celulares e minha bolsa, inclusive cartões de crédito. A Dani, travesti que também foi agredida, precisou de pontos no rosto”, desabafa a ativista, que já teve sua vida contada em documentário e exibido no festival de Cannes.

Indianara Siqueira é espancada ao defender trans que estava sendo assediada
Indianara Siqueira é espancada ao defender trans que estava sendo assediada – Divulgação

Segundo a advogada Paula Alves, que vai acompanhar a ativista Indiana Siqueira para prestar queixa, ela foi vítima de roubo com emprego de violência e grave ameaça.

“O homem usou da força e lesão corporal para efetuar o roubo e praticar o crime. Além da importunação sexual contra a travesti conhecida como Dani, que é acolhida pela Casa Nem”, explica Paula.

Militantes pelos direitos LGBTQIA+ estão organizando uma manifestação na porta da delegacia, no mesmo horário.

O FILME

Revolucionária por natureza, Indianara Siqueira lidera um grupo de mulheres transgênero que luta pela própria sobrevivência em um lugar tomado por preconceito, intolerância e polarização. Desde disputas partidárias até o puro combate contra o governo opressor, a ativista de origens humildes passou por uma longa trajetória até se tornar ícone do movimento.

DIRETORES: Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa
PAÍS: Brasil (RJ)
ANO: 2019
DURAÇÃO: 84′

Elenco/Cast: Indianara Siqueira, Biancka Fernandes, Wescla Vasconcelos
Roteiro/Screenplay: Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa, Michele Frantz
Fotografia/Cinematography: Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa
Montagem/Editing: Quentin Delaroche
Som/Sound: Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa
Música/Music: Malka Julieta, Veronica Valenttino, Nicolau Domingues, Lucas Porto
Produção/Production: Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa, Santaluz

Junte-se à nossa comunidade

Mais de 20 milhões de homens gays e bissexuais no mundo inteiro usam o aplicativo SCRUFF para fazer amizades e marcar encontros. Saiba quais são melhores festas, festivais eventos e paradas LGBTQIA+ na aba "Explorar" do app. Seja um embaixador do SCRUFF Venture e ajude com dicas os visitantes da sua cidade. E sim, desfrute de mais de 30 recursos extras com o SCRUFF Pro. Faça download gratuito do SCRUFF aqui.