O apresentador Sikêra Jr, que foi condenado a pagar 30 mil reais à modelo trans Viviany Beleboni após ofendê-la ao chamar de “raça desgraçada”por ter representando Jesus crucificado, agora irá apresentar o Batalha de Drags em seu programa “Alerta Nacional”, na RedeTV!. A informação veio do próprio apresentador em seu programa (via Notícias da TV).

- CURTA A PÁGINA DO FACEBOOK -

De acordo com ele, a batalha será composta por dois integrantes de seu elenco: “Eles vão fazer uma homenagem às artistas, cantoras, pessoas que admiram”. Logo em seguida, Sikêra Jr convidou ao palco os assistentes Michele Obama (Wallacy Bruno) e Coringa da Amazônia (Israel Silva), que irão homenagear Lady Gaga e Beyoncé.

“Você quer abrir o seu coração? Um segredo para todo mundo? Quer abrir seu coração para seu pai, sua mãe? Você quer contar, mas não quer contar cara a cara? Aqui, você sai do armário e diz: ‘Mãe, eu roubei a senhora quando tinha 12 anos de idade, peguei dinheiro na sua bolsa para comprar chiclete’. ‘Pai, fui eu que dei fim aos seus barbeadores’. ‘Namorada, eu não quero mais você'” – disse o apresentador sobre o quadro “Saia do Armário”, que inicialmente era destinado aos LGBTs para compartilharem sua orientação sexual, e agora será para revelação de segredos no melhor estilo “Você na TV” do João Kleber.

Sikêra Jr também explica que a atração é destinada aos maiores de idade e que contará com muitas novidades.

Sikêra Jr., condenado por transfobia, apresentará quadro "Batalha de Drags"
Sikêra Jr., condenado por transfobia, apresentará quadro “Batalha de Drags” – Reprodução

POLÊMICA COM OS LGBTS

Sikêra Jr colocou a imagem da modelo trans após exibir uma reportagem de um crime cometido por um casal de lésbicas. Na ocasião, ele disse: “Isto é um lixo, uma bosta, uma raça desgraçada”.

Após ser processado, o juiz Sidney da Silva Braga determinou não só que Sikêra indenizasse a modelo, como também retirasse a imagem dela da reportagem sobre o crime, que foi postada no YouTube.

Vale dizer que no mesmo dia, Sikêra debochou da gravidade do coronavírus e criticou o distanciamento social. Depois, ele mudou de ideia ao contrair o covid-19.

Google Notícias
Jornalista formado pela PUC do Rio de Janeiro, dedicou sua vida a falar sobre cultura nerd/geek. Gay desde que se entende por gente, sempre teve um desejo de trabalhar com o público LGBT+ e crê que a informação é a melhor arma contra qualquer tipo de "fobia".