GAY BLOG BR by SCRUFF

O apresentador Sikêra Jr., da RedeTV, assumidamente fã de Bolsonaro, foi condenado a pagar 30 mil reais de indenização à modelo trans Viviany Beleboni, que em 2015 representou Jesus crucificado durante a Parada do Orgulho LGBT de SP.

Siqueira usou a imagem de Viviany ao tratar de um crime cometido por um casal de mulheres lésbicas. Na reportagem, Sikêra exibiu a foto de Beleboni e disse: “Isto é um lixo, uma bosta, uma raça desgraçada”. A informação foi divulgada pelo colunista Rogério Gentile, da Folha de S. Paulo.

Além da indenização,o juiz Sidney da Silva Braga também determinou que a imagem da modelo seja retirada da reportagem sobre o crime, que foi postada no YouTube. O vídeo também foi compartilhado por pessoas como Marco Feliciano.

Atriz Viviany Beleboni encena crucificação de Jesus Cristo na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015 - Avener Prado/Folhapress
Atriz Viviany Beleboni encena crucificação de Jesus Cristo na 19ª Parada do Orgulho LGBT de São Paulo, em 2015 – Avener Prado/Folhapress

A decisão, no entanto, ainda cabe recurso.

COVID EXISTE

No mesmo programa, Sikêra também chegou a debochar da gravidade do coronavírus e criticou o distanciamento social, mas mudou de opinião ao contrair o covid. “A gente acha que só pega fogo na casa do vizinho, e a vida me deu essa lição… Não subestimem a doença, não façam o que eu fiz, não façam, não subestimem, é até mais sério do que eu me imaginava. Se cuidem, se cuidem”, disse ao informar que estava com COVID.

Junte-se à nossa comunidade

O app SCRUFF (Google Play ou App Store) está disponibilizando gratuitamente a versão PRO no Brasil, com todas as funcionalidades premium. Seja Embaixador SCRUFF Venture para ajudar os gays que estão visitando sua cidade. Tenha uma agenda atualizada das melhores festas, paradas, festivais e eventos. São mais de 15 milhões de usuários no mundo todo; baixe o app SCRUFF diretamente deste link.